TV Jaguar

Postado em 20/01/2021 às 08:30:00

compartilhar

Vacinação tem início no Interior após Governo do Ceará distribuir as doses recebidas.

Vacinação tem início no Interior após Governo do Ceará distribuir as doses recebidas.

O Governo do Ceará usou uma logística que envolveu aviões, helicópteros e caminhões para distribuir as primeiras doses que chegaram ao Estado

Após desembarcarem em Fortaleza no final da tarde dessa segunda-feira (18), as primeiras 218 mil doses da vacina Coronavac, imunizante de proteção contra a Covid-19, seguiram imediatamente para os demais municípios cearenses. Seguindo o que foi elaborado no plano de logística do Governo do Ceará, os lotes foram distribuídos na Capital e para mais 20 cidades polo que correspondem às Áreas Descentralizadas de Saúde, de onde o material foi repassado aos demais municípios.

Fortaleza foi o município que primeiro vacinou e o que mais recebeu doses nesse primeiro momento – 80 mil ao todo. A técnica de enfermagem do Hospital Estadual Leonardo Da Vinci, Maria Silvana Souza Reis, 51 anos, foi a primeira a receber o imunizante no Ceará.

   

No Interior, o primeiro município a aplicar a vacina foi Sobral, na Região Norte. A escolhida foi a agente de saúde Ana Maria do Nascimento, 64 anos. A segunda cidade foi Barbalha, no Cariri. A contemplada foi Maria Francineide de Brito, técnica de enfermagem. Sobral recebeu 2.251 doses e Barbalha 845.

Iniciar a vacinação poucas horas após receber as doses só foi possível devido ao planejamento iniciado há meses pelo Governo do Ceará, segundo Magda Almeida, secretária-executiva de Vigilância e Regulação da Secretaria da Saúde (Sesa).

“Essa agilidade só foi possível por conta do planejamento de aquisição, compras e logísticas da Célula de Imunização da Sesa, que desde julho (do ano passado) vem planejando essa imunização”, destacou.

Vacinação

Nesta primeira remessa, 109 mil pessoas serão vacinadas no Ceará. A prioridade é para profissionais de saúde da linha de frente de combate à Covid-19 de unidades públicas e privadas e idosos institucionalizados (que residem em asilos). O restante do público-alvo da Fase 1 do Plano de Imunização será vacinado de acordo com a chegada de outros lotes, que deve ocorrer nas próximas semanas.

A Coronavac, vacina utilizada neste momento, necessita de duas doses para garantir uma melhor defesa do corpo contra o coronavírus, por isso o número de doses ser o dobro do de pessoas a receberem. A segunda dose da Coronavac será aplicada 28 dias após a primeira dose, por isso a necessidade de seguir com os cuidados, informou Magda Almeida.

“É um tempo que a gente começa estimular a imunidade. Por isso, é importante ainda manter os cuidados de etiquetas respiratórias, evitar aglomeração, usar de máscara, porque essa imunidade ainda vai ser desenvolvida por essas pessoas e a quantidade de doses que chegou ainda não é suficiente para que a gente consiga quebrar a circulação viral”, orientou a secretária-executiva da Sesa.

Segurança da chegada à aplicação

Para garantir a chegada do material em cada município cearense sem problemas e que a vacinação ocorra, a Polícia Militar está dando o apoio na logística montada pelo Governo do Ceará, com aproximadamente 200 policiais militares, afirmou o comandante-geral da corporação, coronel Márcio de Oliveira.

“A Polícia Militar realizou um planejamento para operacionalizar a escolta e segurança das vacinas, desde a sua chegada no aeroporto até os seus mais variados destinos, através de rotas estabelecidas pela Secretaria da Saúde. Esse serviço vai ser continuado com a chegada de novos lotes. Vamos sempre usar essa matriz operacional desenhada com a Secretaria da Segurança Pública e os demais órgãos do Estado na guarda desse material para que a vacinação se dê de forma tranquila e segura e que nenhuma intercorrência ocorra com esse material”, explicou o comandante da PM.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Governo do Ceará

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também