TV Jaguar

Postado em 21/01/2021 às 08:35:00

compartilhar

Dois porcento da população cearense vive no novo normal, aponta IntegraSUS.

Dois porcento  da população cearense vive no novo normal, aponta IntegraSUS.

14 dos 184 municípios do Ceará vivem no nível de risco mais baixo da pandemia, de acordo com a classificação feita pela Secretária da Saúde (Sesa).

Em Fortaleza, o risco é altíssimo e preocupa autoridades.

2,3% da população cearense está vivendo no chamado novo normal, segundo dados da noite desta quarta-feira, 20, do IntegraSUS, ferramenta da Secretária de Saúde do Ceará (Sesa). No total, 14 municípios de 184 enfrentam o nível de alerta mais baixo da pandemia do novo coronavírus. São eles: Choró, Coreaú, Graça, Granjeiro, Guaramiranga, Irauçuba, Morrinhos, Pacuja, Pindoretama, Quixelô, Reriutaba, Salitre, Senador Sá e Solonópole.

   

Todos os outros municípios vivem nível de alerta moderado, alto ou altíssimo. Fortaleza está na classificação mais preocupante.

Entre os fatores para essa classificação, referente às duas primeiras semanas epidemiológicas do ano, os municípios apresentam ocupação de leitos de UTI menor que 70% e percentual de positividade dos testes RT-PCR menor que 25%. No município de Irauçuba, por exemplo, localizado a 157 quilômetros de Fortaleza, o percentual de leitos ocupados corresponde a 45% e o nível de positividade se mantém abaixo de 20%.

Na Capital, o que mais preocupa é o índice de incidência de novos casos por dia. A taxa, considerada de risco altíssimo, é de 210 casos a cada 100 mil habitantes. A situação do Ceará preocupa especialistas e fez o governador Camilo Santana (PT) antecipar reunião do Comitê que delibera sobre o Decreto Estadual.

Realizada geralmente às sextas-feiras, junto com o anúncio do decreto, o próximo encontro acontecerá na manhã desta quinta-feira, 21.

O chefe do Executivo estadual ressaltou em postagem nas redes sociais que mesmo com o início da vacinação, que deve se estender pelos próximos meses, as medidas restritivas devem continuar.

“Muita gente ainda continuará sem imunização por um certo período, o que nos deixa em alerta para uma possível continuidade do aumento de casos e da pressão assistencial”, ponderou.

10.261 cearenses morreram em decorrência da pandemia do novo coronavírus, de acordo com estatísticas do IntegraSUS. No total, mais de 358 mil casos foram confirmados pelo órgão estadual. Em relação às UTIs, o Estado tem 72% dos leitos ocupados. Considerando somente Fortaleza, esse número sobe para 78%.

Conteúdo: O Povo 

 

 

Fonte: TV Jaguar / O Povo

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também