TV Jaguar

Postado em 06/07/2021 às 15:20:00

compartilhar

Cimento Apodi lança seu 2º Relatório de Sustentabilidade.

Cimento Apodi lança seu 2º Relatório de Sustentabilidade.

A publicação apresenta as ações da empresa nas áreas de governança, meio ambiente e social - além dos principais resultados financeiros do ano passado.

O ano de 2020 foi desafiador para pessoas e economias, que ainda enfrentam a pandemia do coronavírus. Mesmo num cenário de tantas incertezas, a Cimento Apodi celebra os resultados do seu Relatório de Sustentabilidade 2020, lançado neste mês de junho.

A publicação, que entra no segundo ano de edição, traz 95 páginas e apresenta temas como a história da companhia, os dados ambientais, sociais e de governança corporativa de destaque da empresa em 2020; a matriz de materialidade da Cimento Apodi atrelada aos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS/Organização das Nações Unidas - ONU), o relacionamento com os stakeholders e com as comunidades, e os investimentos em tecnologia, inovação e saúde dos colaboradores.

O documento completo está disponível em https://www.cimentoapodi.com.br/sustentabilidade/

De acordo com a gerente da área de Pessoas, Saúde e Segurança, Gisele Sestren, o segundo relatório deixa claro as boas práticas de gestão da Cimento Apodi e se torna um canal de comunicação interativo relevante para todos os públicos, informando as políticas de governança em curso.

“Ao divulgar o relatório, a empresa também expressa seu compromisso com a transparência e a sustentabilidade do negócio e como contribuímos com os 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável da ONU, nosso legado para as atuais e futuras gerações. Outro ponto relevante mostrado são as ações de saúde e segurança para os colaboradores, que se estenderam com outras iniciativas de engajamento da comunidade nas soluções para o enfrentamento da COVID-19, ”, avalia Gisele.

 

Performance

Em 2020, a Cimento Apodi fez investimentos da ordem de R$ 21,8 milhões, com produção de 1,5 milhão de toneladas de cimento. O percentual referente ao uso de energia limpa (waste heat recovery) foi de 24,21% na sua fábrica em Quixeré, com 100% de reuso do efluente líquido tratado. A empresa também usou 100% das cinzas da EDP e ENEVA S.A para produzir cimento.

No quesito fornecedores, foram gastos R$ 250,2 milhões - desse valor, 35% foi direcionado apenas para fornecedores locais. Com 700 colaboradores diretos e indiretos, realizou 24 .297 horas de treinamento e pagou R$ 149,1 milhões em impostos e outros pagamentos para o governo.

Na área de responsabilidade social, um total de 70.825 pessoas foram beneficiadas com as ações da empresa de combate à COVID-19, envolvendo doações de EPIs para profissionais de saúde, hospitais, comunidades do entorno de suas fábricas e doações de cestas básicas.

 

Relacionamento com as comunidades

A Cimento Apodi entende como fundamental o relacionamento com as comunidades nas áreas onde está presente (Quixeré/CE e Pecém/CE), buscando contribuir, principalmente, para o desenvolvimento local. Ao longo de 2020, cerca de 70 mil pessoas, em oito municípios vizinhos à unidade de Quixeré, foram beneficiadas com ações de enfrentamento à COVID-19. Muitos projetos sociais tiveram que ser suspensos devido à pandemia, cujos protocolos exigiam afastamento social.

Ainda assim, incentivar o crescimento local é um princípio que a Cimento Apodi expresso por iniciativas como o projeto Acordes do Sucesso, que leva música e esperança para crianças; Mulheres Empreendedoras, que gera renda para as mulheres chefes de família; e Construindo o Saber, de incentivo à conclusão dos ensinos Fundamental e Médio, em parceria com o SESI. Todos esses projetos se adaptaram às restrições impostas pela pandemia. O Mulheres Empreendedoras, por exemplo, substituiu a produção de doces caseiros pela confecção de máscaras de tecido.

 

No desenvolvimento do território onde atua, a Cimento Apodi apoia as ações do Comitê de Sustentabilidade do Vale do Jaguaribe, que integra mais 40 instituições governamentais, não governamentais e privadas, com objetivo de formular projetos voltados ao desenvolvimento sustentável da região e de buscar alternativas para resolução de problemas comuns, mobilizando prefeituras, câmaras municipais, instituições de ensino, pesquisa, tecnologia e indústrias da região.

Gestão ambiental

O Relatório de Sustentabilidade da Cimento Apodi dedica um capítulo ao seu sistema de gestão integrado em todas as unidades de negócio. Com apoio desse sistema, são realizados periodicamente monitoramento e gerenciamento de água, energia, efluentes líquidos, resíduos, ruídos e emissões atmosféricas, em sintonia com os preceitos de respeito ao meio ambiente e de boa convivência com as comunidades do entorno, bem como atendendo a legislação ambiental e os limites estabelecidos pelas normas regulamentadoras.

A unidade em Quixeré/CE foi a primeira fábrica de cimento do Brasil – e a única da América Latina – a implantar a tecnologia de Waste Heat Recovery (WHR), que gera energia aproveitando os gases de escape, ou o calor do processo de fabricação de clínquer (principal componente do cimento, obtido a partir da queima em altas temperaturas).

Antes de serem liberados pela chaminé, os gases são resfriados, chegando à temperatura ideal para serem expelidos para a atmosfera. Da energia que a fábrica demanda no ano, um total de 24,21% (ou seja, ¼) é gerada por esse sistema. O processo continua sendo otimizado, a fim de se tornar cada vez mais sustentável. Uma das matérias-primas para a fabricação de cimento são as cinzas resultantes da queima de carvão mineral.

Além da gestão de água, de resíduos, do controle das emissões atmosféricas e da preservação da biodiversidade no entorno de suas fábricas, a Cimento Apodi mantém o Centro de Educação Ambiental Ivens Dias Branco em Quixeré/CE. Inaugurado em agosto de 2019, o Centro é um ambiente voltado para ações de educação ambiental e práticas sustentáveis ao ar livre, com objetivo de atender, além de colaboradores, as comunidades do entorno e de municípios vizinhos, bem como universidades e escolas. Seguindo os protocolos de combate à pandemia o espaço permaneceu fechado em 2020.

 

 

AD2M Engenharia de Comunicação 

www.ad2m.com.br | (85) 3258.1001

Ana Paula Dantas – anapaula@ad2m.com.br - | (85) 9.9659.6890

Waldirene Lisboa – waldirene@ad2m.com.br - | (85) 9.9669.5790

Mauro Costa – maurocosta@ad2m.com.br | (85) 9.8879.8474

 

 

Fonte: TV JAGUAR / CIMENTO APODI

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também