TV Jaguar

Postado em 15/07/2021 às 15:40:00

compartilhar

Romildo Rolim destaca importância da agenda ASG para desenvolvimento sustentável da Região.

Romildo Rolim destaca importância da agenda ASG para desenvolvimento sustentável da Região.

"O Banco do Nordeste nasce, cresce e se renova a cada dia e, neste contexto, a agenda ambiental, social e de governança dentro da empresa, vem sendo aperfeiçoada, na perspectiva de que esses temas perpassam todas as áreas da Instituição e dada a importância da sustentabilidade dos negócios que o BNB incentiva".

A afirmação é do presidente do BNB, Romildo Carneiro Rolim, ao participar, na manhã desta quinta-feira (15), da abertura do XXVII Fórum Banco do Nordeste de Desenvolvimento 2021. O evento, realizado de forma virtual, em razão das restrições sanitárias, marca os 69 anos de criação da Instituição e debate o tema central "Agenda ASG no protagonismo do desenvolvimento regional". O evento prossegue até amanhã (16). A programação está disponível no portal e está sendo integralmente transmitida pelo canal do Banco no YouTube.

Romildo Rolim destacou também, nesta manhã, o crescimento das aplicações do Banco do Nordeste no Semiárido, área estratégica para o desenvolvimento sustentável e equilibrado dentro da região, e reforçou a necessidade de ações antecedentes ao crédito como forma de promover a sustentabilidade como missão do BNB.

A abertura do Fórum, que abordou "A agenda ASG nas instituições de desenvolvimento", contou, ainda, com a participação dos superintendentes da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), Evaldo Cavalcanti da Cruz, e da Superintendência de Desenvolvimento do Centro-Oeste (Sudeco), Nelson Fraga Filho, e do presidente do Banco da Amazônia (Basa), Valdeci José Souza Tose.

No primeiro painel do evento, "ASG e Bancos de Desenvolvimento", a especialista em instituições financeiras do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Maria Netto, disse que "os bancos de desenvolvimento têm papel único, sobretudo em decorrência da crise gerada pela Covid-19, de criarem soluções inovadoras que promovam a economia sustentável em suas áreas de atuação".

Já o diretor do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), Bruno Caldas Aranha, defendeu que "a oportunidade de liderar a promoção da agenda ASG traz muitos benefícios para os bancos de desenvolvimento". E citou como exemplos a diversificação de fontes de captação e produtos e o aprimoramento das políticas e de ferramentas para gestão de risco socioambiental.

Ao encerrar o painel, o presidente da Associação Brasileira de Desenvolvimento (ABDE), Sérgio Gusmão Suchodolski, disse que "o grande desafio dos bancos de desenvolvimento é alavancar recursos que acelerem o desenvolvimento sustentável".

 

 

 

Fonte: TV Jaguar

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também