TV Jaguar

Postado em 26/07/2021 às 15:30:00

compartilhar

Instituto Luiz Girão leva produtores de leite à imersão na formação qualificada.

Instituto Luiz Girão leva produtores de leite à imersão na formação qualificada.

Presidido por David Girão, o instituto quer investir na formação qualificada de uma nova geração de produtores de leite no Nordeste, começando pelo Ceará.

Escolhidos e mobilizados pelo Instituto Luiz Girão, braço social da Betânia Lácteos, 12 pecuaristas cearenses das regiões Centro Sul, Sertão Central e Vale do Jaguaribe cumprirão, a partir de quinta-feira, 29, até domingo, 1º de agosto, um período de total imersão na fazenda Flor da Serra, sede da instituição, na Chapada do Apodi..

Ao longo da experiêncChapada do Apodiia, eles se dividirão entre os projetos Mestre Leiteiro, de assistência técnica especializada, e Mais Leite, Mais Renda, com facilitação de crédito e fornecimento de insumos com baixo custo para aumentar a produção e a renda de pequenos produtores.

O objetivo do Instituto Luiz Girão com essa inédita iniciativa, que tem tudo a ver com a sustentabilidade, é iniciar a formação de uma nova geração de produtores, promovendo o que seus dirigentes consideram uma verdadeira revolução na pecuária com a tecnologia “compost barn”, modelo de produção que garante mais conforto aos animais e melhor desempenho na fazenda. 

Também será objeto o engajamento das prefeituras municipais para maior apoio aos produtores, gerando a ampliação e o fortalecimento da cadeia do leite local.

Todo esse esforço do Instituto Luiz Girão integra o seu programa Nordeste Leiteiro, “que reflete na prática todo nosso empenho na valorização das famílias nordestinas por meio da produção do leite", diz o pecuarista David Girão, presidente do Instituto Luiz Girão. 

Girão afirma que muito além do compromisso com o pequeno produtor e fornecedor de leite, o seu instituto deseja “fomentar o desenvolvimento desse ofício tão nobre, levando conhecimento à atual e às futuras gerações de pecuaristas”.

A programação do período de Imersão inclui palestras técnicas, troca de vivências, visita a área de produção de silagem e de forragem em sequeiro, “tudo pensado para tirar dúvidas e ampliar os conhecimentos dos produtores parceiros de Betânia, oferecendo informações valiosas que vão melhorar suas práticas, sua produção e sua renda, com foco na sustentabilidade e na qualidade”, como adiantou David Girão.

Será o primeiro evento de imersão do programa Nordeste Leiteiro, que prevê o envolvimento, em etapas posteriores, de até 50 produtores dos estados onde a Betânia Lácteos tem fábricas. 

O programa objetiva assegurar o crescimento sustentável e competitivo dos produtores e fornecedores da Betânia, reduzindo seus custos de estruturais em 20%, o que ajudará no fortalecimento de sua família, com renda estável o ano inteiro e expansão do negócio.

O Instituto Luiz Girão é uma iniciativa da Betânia Lácteos que nasceu para dar vida ao propósito da empresa de promover e desenvolver a pecuária de leite no semiárido nordestino de forma sustentável, valorizando e proporcionando perspectivas melhores aos produtores de leite. 

Presidido por David Girão, o Instituto atua diretamente em ações como a melhora da qualidade do leite, o incentivo ao uso de tecnologia no campo, o planejamento forrageiro, a reserva alimentar, o microcrédito, a assistência técnica e a gestão da fazenda, além da garantia de compra de toda a produção e a escola do Leite para formação de mão de obra qualificada.
  
A escolha do nome do Instituto é uma homenagem a Luiz Girão, o fundador da história do lacticínio. A concepção do Instituto foi inspirada no sistema de ODS da ONU, uma agenda mundial adotada durante a Cúpula das Nações Unidas, sobre o Desenvolvimento Sustentável.

 

 

 

Fonte: TV JAGUAR / DIÁRIO DO NORDESTE

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também