TV Jaguar

Postado em 07/01/2022 às 10:35:00

compartilhar

Alunos e professor do Campus de Russas obtêm segundo lugar em hackathon estadual de inteligência cidadã

Alunos e professor do Campus de Russas obtêm segundo lugar em hackathon estadual de inteligência cidadã

Os estudantes Lara Roque Sartori, Josafá Dieb, Pedro Ítalo Campos e Samuel Jonas Lima, do Campus da Universidade Federal do Ceará em Russas, obtiveram o segundo lugar, na categoria Solução Mobile para Difusão da Transparência e Controle Social, na segunda edição do Hackathon da Inteligência Cidadã – Ceará Transparente. Lara e Josafá são alunos de Ciência da Computação, enquanto Pedro Ítalo e Samuel Jonas cursam Engenharia de Software na UFC.


O hackathon foi organizado pela Controladoria e Ouvidoria-Geral do Estado (CGE), com apoio do Laboratório de Inovação e Dados do Governo do Estado do Ceará, da Universidade Estadual do Ceará (UECE) e das Secretarias Estaduais da Educação (SEDUC) e da Fazenda (SEFAZ). A premiação foi anunciada em 21 de dezembro no site do governo estadual.


A equipe de alunos, orientada pelo Prof. Alexandre Arruda, desenvolveu o robô digital “VemVemBot, o robô da transparência” com o intuito de facilitar a divulgação, por meio da plataforma Telegram, de informações contidas no portal Ceará Transparente. Com relatórios e gráficos, o robô permite aos usuários acompanhar dados atualizados da administração pública estadual, como arrecadação de impostos, licitações, obras, investimentos, folha de pagamento dos servidores e despesas de todos os órgãos públicos. O nome do bot foi inspirado no vem-vem (Euphonia chlorotica), ave endêmica da América do Sul eternizada por Luiz Gonzaga na obra “Cantiga do vem-vem”.

 


O aluno Samuel Jonas Lima, do quarto semestre de Engenharia de Software da UFC, diz que foi a primeira vez que participou de um hackathon. Ele explica que a ideia do robô digital construída pelo grupo se assemelha à roupagem formal de um extrato bancário, com funcionalidades de busca em ramificações, tendo por base os conteúdos disponíveis no portal da transparência estadual.
“Para a minha formação, uma experiência como essa do hackathon traz uma visão de como as pessoas tendem a pensar no momento de propor soluções e como elas são realmente apresentadas. Não são funcionalidades que propomos, são experiências que os usuários gostariam de vivenciar”, pontua.

Segundo Lara Roque Sartori, aluna do primeiro semestre do Curso de Ciência da Computação da UFC, fazer parte de um projeto coletivo trouxe bastante amadurecimento. Na avaliação dela, as próximas etapas do projeto incluirão melhorias para integrar o VemVemBot a outras plataformas, como, por exemplo, as redes sociais. “É incrível ter um percentual meu na evolução da tecnologia da informação do Estado. Significa que, de certa forma, o investimento que a Universidade tem feito em mim eu retribuo socialmente”, comenta Lara.


De acordo com o Prof. Alexandre Arruda, orientador da equipe premiada, o Laboratório de Tecnologias Inovadoras (LTI), do Campus da UFC em Russas, possui uma expertise no desenvolvimento de chatbots, robôs e assistentes virtuais. Recentemente, o LTI lançou um novo projeto de extensão, Iniciativa Robôs, com o objetivo de criar assistentes virtuais. No Telegram, ele ressalta alguns recursos de navegação do VemVemBot que, com rapidez e poucos cliques, permitem ao usuário solicitar informações e relatórios completos da gestão pública estadual.


“A vantagem do uso de bot é que não há necessidade de convencer o cidadão a instalar mais um aplicativo no smartphone. O desafio principal veio da maior quantidade de dados que tivemos de organizar, tornando assim o acesso mais fluido para o usuário”, afirma o docente.

 

 

 

Fonte: Assessoria

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também