TV Jaguar

Postado em 14/01/2022 às 10:30:00

compartilhar

Ufca é primeira universidade pública do Ceará a cobrar comprovante de vacina

Ufca é primeira universidade pública do Ceará a cobrar comprovante de vacina

A Universidade Federal do Cariri (Ufca) exigirá o comprovante de vacinação contra a Covid-19 para atividades presenciais. A decisão foi tomada pelo Conselho Universitário (Consuni) da instituição, em reunião nessa quinta-feira, 13.

Com a decisão, a Ufca se torna a primeira instituição pública de ensino superior, no Ceará, a exigir o documento. Os detalhes operacionais da resolução serão definidos por um Grupo Técnico de Trabalho (GTT), ainda a ser nomeado pela Reitoria da Universidade, criado especificamente para esta finalidade.
As aulas da Ufca serão retomadas em 7 de março, com semestre de referência 2021.2. Até o momento, a definição é que as atividades letivas serão feitas de forma remota, exceto aquelas que exigem presença física, como as residências médicas.

Consuni da Ufca aprovou atividades administrativas em regime remoto
Outra determinação do Consuni, na mesma reunião, foi o retorno das atividades administrativas ao regime remoto. A medida é válida até 17 de fevereiro, e também abrange funcionários terceirizados.
A data foi escolhida por ser o dia em que se realizará a primeira reunião ordinária de 2022 do Conselho. Neste encontro será decidido definitivamente sobre o regime de trabalho, levando em conta a situação epidemiológica da Covid-19 e da Influenza A no Estado.

Anteriormente, os servidores e terceirizados da Ufca estavam realizando as atividades de forma híbrida: metade da carga horária era executada em regime remoto, e o restante ocorria presencialmente. Ficam como exceções as atividades de segurança e saúde, que seguem normalmente, e as de transporte, limpeza e jardinagem, que terão uma escala diferenciada definida para o período.

Universidades públicas cearenses ainda não exigem comprovante de vacinação
Outras instituições públicas de ensino superior do Ceará ainda não fazem a exigência do passaporte de vacinação. Em dezembro, o Ministério da Educação tentou proibir as universidades públicas de cobrarem o documento, mas a decisão foi revertida pelo Supremo Tribunal Federal (STF).


A única instituição no Estado, além da Ufca, a ter uma posição sobre o tema, é o Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Ceará (IFCE). O Comitê de Enfrentamento à Covid do IFCE (CEC), órgão interno do Instituto, posicionou-se favorável à exigência. O Conselho Superior (Consup) do IFCE fará reunião sobre o tema na próxima semana.
Na Universidade Estadual do Ceará (Uece), não há posicionamento definido. O curso pré-vestibular UeceVest, ligado à instituição, porém, está exigindo o comprovante de vacinação para quem se inscrever no processo seletivo.


A Universidade Federal do Ceará (UFC) ainda não tomou uma decisão sobre o assunto. A Reitoria da instituição, porém, deixou a cargo das chefias de departamento decidir sobre o regime de trabalho (presencial, remoto ou híbrido) dos servidores técnico-administrativos, no mês de janeiro.
A Universidade Regional do Cariri (Urca) e a Universidade Estadual Vale do Acaraú (UVA) ainda não publicaram posicionamento sobre a exigência do passaporte vacinal.

 

 

 

Fonte: O Povo

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também