TV Jaguar

Postado em 18/01/2022 às 09:00:00

compartilhar

Um ano depois da primeira dose aplicada no Ceará, vacina contra Covid-19 segue como meio mais eficaz de proteção

Um ano depois da primeira dose aplicada no Ceará, vacina contra Covid-19 segue como meio mais  eficaz de proteção

Em meio ao que seria o começo do segundo pico da Covid-19 no Ceará e no Brasil, em 18 de janeiro de 2021, Maria Silvana Souza dos Reis, 52, estava em mais um dia de trabalho no Hospital Estadual Leonardo Da Vinci (Helv), unidade da Secretaria da Saúde do Estado (Sesa) referência no tratamento da doença, quando seu celular tocou. A chamada era um aviso – e também um alento. A técnica em Enfermagem seria a primeira cearense a receber a vacina contra o coronavírus.

 

“Eu estava na hora do meu lanche quando me ligaram avisando e eu não acreditei. Acabei desligando [o telefonema] na cara da pessoa, que depois me retornou e, junto com a minha coordenadora, me disse que era verdade. A felicidade não cabia em mim, porque eu ia ser a primeira pessoa a tomar a vacina contra a Covid-19”, lembra a profissional, emocionada.

 

A imagem de Reis recebendo a primeira dose do imunizante, um ano atrás, tornou-se símbolo de esperança. De lá para cá, a vacinação avançou. Mais de 15 milhões de doses já foram aplicadas no Ceará. Nesse sábado (15), crianças de 5 a 11 anos começaram a receber a aplicação do insumo pediátrico da Pfizer/BioNtech.

 

 

 

Fonte: Governo do Estado do Ceará

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também