TV Jaguar

Postado em 19/01/2022 às 09:30:00

compartilhar

Procuradoria Especial da Mulher na AL-CE projeta ampliar núcleos de atendimento.

Procuradoria Especial da Mulher na AL-CE projeta ampliar núcleos de atendimento.

A Procuradoria Especial da Mulher da Assembleia Legislativa (PEM), liderada pela deputada Augusta Brito (PCdoB), iniciou em 2021 um processo de reestruturação, com nova sede, criação de núcleos e a ampliação das ações. A partir deste ano, devem iniciar atividades quatro novos núcleos ao já instalado de Enfrentamento a Violência contra a Mulher. São eles: o de participação da mulher na política; de engajamento dos homens pelo fim da violência contra a mulher; de promoção da igualdade gênero-racial e o de apoio a egressas e apenadas, iniciam as suas atividades.

“Com a inauguração do novo espaço da PEM e o atendimento integrado aos outros órgãos, nossa intenção é traçar estratégias e implementar ações conjuntas para fortalecer as políticas públicas para as mulheres. Queremos em 2022 concretizar os planos que foram traçados no ano passado e expandir a atuação do Poder Legislativo de forma a contribuir para que os números de violência contra nós mulheres seja cada vez menor”, assinalou Augusta.

Após a mudança para a nova sede, será lançado o Observatório da Violência contra a Mulher da Assembleia Legislativa do Estado. O Núcleo de Enfrentamento à Violência contra a Mulher, primeiro a desenvolver ações, realizou, no ano passado, 140 atendimentos e 53 acompanhamentos de casos, entre março e novembro, segundo levantamento da PEM.

Na área de assistência jurídica e recebimento de denúncias de violência contra a mulher, foram acompanhados 26 casos e realizados 72 atendimentos, abrangendo municípios de Fortaleza, Sobral, Graça, Limoeiro do Norte, Viçosa do Ceará, Caucaia, Russas, Tianguá. Beberibe, Pacatuba e São Gonçalo do Amarante.

Na assistência social, foram 10 casos e atendidas 28 pessoas, beneficiando os municípios de Fortaleza, Viçosa do Ceará e Horizonte. Outros 17 acompanhamentos de casos e 40 atendimentos realizados foram de assistência psicológica em Fortaleza, Viçosa do Ceará, Horizonte e Russas.
A ferramenta Zap Delas, criada em medos de 2021, por sua vez, realizou 255 atendimentos entre junho e dezembro de 2021. O número de WhatsApp foi lançado em 14 de junho para ampliar ainda mais as opções das mulheres na procura de ajuda em situações de vulnerabilidade e agressões sofridas de várias formas.

Zap Delas alcançou os municípios de Fortaleza, Carnaubal, Aquiraz, Graça, Guaraciaba do Norte, Itatipoca, Limoeiro do Norte, Pacajus, São Gonçalo do Amarante, Viçosa do Ceará, Icó, Poranga, São Benedito, Tamboril, Apuiarés, Maracanaú, Baixio, Guaiuba, Horizonte, Tianguá, Morada Nova e Sobral. Também atendendo chamados de outras cidades brasileiras, como Recife (PE), Foz do Iguaçu (PR), João Pessoa (PB), e Natal (RN), entre outras.

A deputada Augusta Brito salientou que, mesmo com os desafios durante a pandemia, a Procuradoria da Mulher se expandiu com a ajuda da ferramenta. “Realizamos diversas atividades em 2021 e ampliamos o nosso alcance, chegando a mais municípios do Interior, atendendo a um maior número de mulheres”, acrescentou. O crescimento foi possível, segundo pontuou, com a implantação do ZapDelas, um instrumento que vem se tornando cada dia importante no atendimento às vítimas de violência doméstica e familiar.
(Comunicação AL-CE)

 

 

 

Fonte: Otimista

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também