TV Jaguar

Postado em 11/05/2022 às 18:00:00

compartilhar

FORTALEZA - AMC intensifica operação Lei Seca para conscientizar a população sobre riscos de beber e dirigir

FORTALEZA - AMC intensifica operação Lei Seca para conscientizar a população sobre riscos de beber e dirigir

Como parte da programação do Maio Amarelo, a Autarquia Municipal de Trânsito e Cidadania (AMC) intensifica a Operação Lei Seca para conscientizar a população sobre os riscos de beber e dirigir. A ação acontece em parceria com a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) e Guarda Municipal por meio de comandos estáticos e itinerantes em avenidas com alto índice de acidentalidade.

O objetivo é criar a cultura no cidadão de cumprimento às normas de circulação viária e consequentemente evitar lesões graves e mortes no trânsito. A fiscalização tem caráter preventivo. "É preciso que os condutores respeitem a legislação para se proteger e não arriscar a vida do outro. A simples presença dos nossos agentes nas ruas já inibe o comportamento irregular. Hoje em dia o motorista sabe que a qualquer momento e em qualquer lugar pode ser abordado em nossas ações. Desse jeito estamos aumentando a segurança de todos", esclarece Disraelli Brasil, assessor técnico do órgão.

O álcool é um dos principais fatores de risco para a ocorrência de acidentes de trânsito. Segundo o Ministério da Saúde, uma em cada cinco vítimas de trânsito atendidas nos prontos-socorros brasileiros ingeriram bebida alcoólica. Em Fortaleza, a situação não é diferente. Cerca de 20% dos pacientes internados no Instituto Dr. José Frota (IJF) que sofreram acidentes declararam ter ingerido a substância antes da ocorrência.

A bebida alcoólica torna os reflexos mais lentos, diminui a vigilância e reduz a capacidade visual, o que contribui para acidentes com alto índice de severidade. Um condutor que desrespeita a lei com um copo de cerveja tem três vezes mais chance de se envolver em um acidente do que um sóbrio.

Balanço da Operação Lei Seca

De janeiro a dezembro de 2021, 18.955 condutores foram submetidos ao teste da alcoolemia em comandos de Lei Seca. 829 motoristas recusaram se submeter ao etilômetro e 98 deram positivo.

No Brasil, a tolerância de álcool é zero. Conduzir veículo automotor sob influência dessa substância é uma infração de natureza gravíssima X 10, multa no valor de R$ 2.934,70 e se a concentração for igual ou superior a 0,30 miligramas de álcool por litro de ar alveolar ou o motorista tenha sinais que indiquem alteração de capacidade psicomotora, o mesmo ainda será detido.

 

 

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também