TV Jaguar

Postado em 24/06/2022 às 16:30:00

compartilhar

Seminário sobre inovações na cadeia produtiva da carcinicultura acontecerá em Morada Nova, saiba mais

Seminário sobre inovações na cadeia produtiva da carcinicultura acontecerá em Morada Nova, saiba mais

Cultura perene, a carcinicultura está em plena expansão no Ceará. Em 2021, o Estado vendeu mais de 120 mil toneladas de camarão para o mercado interno.  Os dados são da Associação Brasileira de Criadores de Camarão (ABCC) e apontam para um futuro promissor: expectativa de crescimento de 10% em 2022, a partir do melhoramento genético e da retomada das exportações.

Com o objetivo de apresentar inovações para o setor e capacitar os produtores de camarão, acontece, nos dias 27 e 28 de junho, o Seminário Biossegurança e Inovações na Cadeia de Produção da Carcinicultura, em Morada Nova-CE. Na programação, temáticas relacionadas às questões ambientais e biossegurança na aquicultura.

“Morada Nova tem tudo para ser o novo polo de produção de camarão do Ceará. Isso porque vários pequenos produtores rurais de outros cultivos, como, por exemplo, arroz, feijão e milho, estão migrando para a carcinicultura. Neste momento, a transferência de conhecimento é fundamental para uma produção eficiente”, afirma o professor do IFCE e Vice-Presidente da Associação de Produtores de Camarão do Estado do Ceará (APCC), Ítalo Rocha.

Em todo o Estado são 1.305 produtores de camarão numa área total explorada de 16 mil hectares de viveiros. O município de Morada Nova concentra a maioria (90%) dos chamados “miniempreendimentos”, ou seja, onde a produção de camarão acontece em até 5 hectares de viveiros. Os números são da APCC.

Desafios em pauta
Políticas públicas, gestão hídrica e ambiental, bem como segurança do trabalho são desafios que precisam ser superados pelo setor. Atualmente, apenas 15% das fazendas de produção de camarão localizadas no Ceará têm licenciamento ambiental.

Durante o Seminário, o gerente de Licenciamento da SEMACE, Waslley Maciel, anunciará as novidades no procedimento de licenciamento ambiental para a aquicultura no Ceará. “Vamos apresentar a nova resolução estadual que dispõe sobre os padrões de lançamento de efluentes da atividade, a COEMA Nº 09-2021”, antecipa Waslley Maciel.
O evento é uma promoção e realização do Instituto Future, e conta com o apoio institucional do Instituto Federal do Ceará (Campus Morada Nova) e da Associação dos Produtores de Camarão do Ceará (APCC). Sebrae e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento patrocinam o Seminário.

 

Serviço
Seminário Biossegurança e Inovações na Cadeia de Produção da Carcinicultura
Quando: 26 e 27 de junho de 2022 (segunda e terça)
Onde:IFCE – Campus Morada Nova.
Av. Santos Dumont, S/N - Júlia Santiago, Morada Nova - CE, 62940-000
Hora: 14h
Inscrições: www.institutofuture.com.br/seminario-biosseugrança

 

 

 

Fonte: Assessoria

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também