TV Jaguar

Postado em 10/12/2016 às 05:00:00

compartilhar

Para o vereador Giuvan, ponto facultativo é sinônimo de prejuízo à população.

Para o vereador Giuvan, ponto facultativo é sinônimo de prejuízo à população.

O direito ao ponto facultativo, que em muitos casos começam na quinta-feira, estendendo-se por todo o final de semana, foi mencionado pelo edil quixereense.

Para ele, ninguém pode adoecer até que se volte a normalidade, pois, nos postos de saúde do município não terão seque uma pessoa para realizar o atendimento à um paciente, caso necessite de um atendimento médico, por conta do ponto facultativo.

Giuvan de Sousa até considerou importante o benefício para os servidores, porém, avaliou que a questão deste direito causa um grande prejuízo aos munícipes.

Da tribuna, o parlamentar cobrou do executivo municipal, agilidade na construção do abatedouro público de Quixeré. Conforme observou o vereador Giuvan, enquanto a administração não concluir o novo matadouro, a população continuará consumindo carne de moita. Sousa aproveitou o ensejo para reclamar do lixão que fica situado ao lado do local onde está sendo construído o abatedouro. Para ele o local não é apropriado.

Durante o discurso, o vereador cobrou também a inauguração da Escola de 2º Grau do distrito de Lagoinha, a reposição de luminárias, construção do campo de futebol e manutenção do calçamento situado no trecho onde foi feita a escavação para a tubulação da Adutora do referido distrito.

A reabertura das escolas que passaram pelo processo de nucleação também constou na pauta reivindicações do edil municipal na última sessão ordinária do legislativo quixereense referente ao período de 2012/2016.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Nilo Leite

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também