TV Jaguar

Postado em 20/02/2017 às 05:00:00

compartilhar

Aportes são registrados em 36 reservatórios do Ceará

Aportes são registrados em 36 reservatórios do Ceará

Apesar do quadro meteorológico favorável, dos 153 reservatórios públicos monitorados pela Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (Cogerh), apenas o Açude Caldeirões, no município de Saboeiro, no Alto Jaguaribe, sangrava neste domingo. A barragem atingiu a sua capacidade máxima na última quarta­-feira.

Com as chuvas deste fim de semana no Estado, 36 açudes receberam aportes, entre eles o Castanhão, de acordo com os dados da Cogerh. No levantamento, o aporte totalizou uma variação de volume de 2.629.680 m³. Considerando a estimativa do volume evaporado e liberado no período, considera um aporte de 3.399.408 m³. Os 153 açudes monitorados pelo órgão estão atualmente com 1,17 bilhões m³, o que representa 6,30% da capacidade total que é 18,64 bilhões de m³.

Neste domingo, o Castanhão estava com volume de 33,4 milhões de m³, uma ligeira elevação comparado aos 33,2 milhões de m³ registrados em 3 de fevereiro último. Desde quando o monitoramento passou a ser realizado, em janeiro de 2004, com 31,6 milhões de m³, não havia atingido nível tão baixo.

Entre os reservatórios que receberam aporte, destacam­se Taquara (Cariré), Castanhão (Alto Santo), Ubaldinho (Cedro), Araras (Varjota) e Várzea da Volta (Moraújo). O Açude Caldeirões começou a sangrar; o Martinópole, nessa cidade do noroeste do Estado, deixou o volume morto; enquanto Barra Velha e Cupim (Independência), Monsenhor Tabosa, Penedo (Maranguape) e Premuoca (Uruoca) deixaram de estar secos. Em contraste, o Junco entrou no volume morto.

Atualmente, 134 açudes estão com volume inferior a 30%, sendo que deles 50 estão no volume morto (aquele no qual só conseguem abastecer por meio de bombeamento, devido ao baixo volume); e 35 ainda estão completamente secos.

A bacia com maior armazenamento é a do Coreaú, com 28,45%, seguida pela do Litoral (25,53%) e do Alto Jaguaribe (11,04%). Por outro lado, a Bacia do Baixo Jaguaribe permanece com 0%; a do Curu com 1,44%; e a do Banabuiú, com 1,77%.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Diário do Nordeste

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também