TV Jaguar

Postado em 23/07/2016 às 18:00:00

compartilhar

Marcelo Castro comenta: Times aquecendo, surpresas em Tabuleiro e mil vezes vergonha.

Marcelo Castro comenta: Times aquecendo, surpresas em Tabuleiro e mil vezes vergonha.

Faltam poucos dias para o período das convenções partidárias. O pré-candidato Anchieta Sousa já “bater o centro” realizando a sua no dia 20 deste mês na AABB e pretende ter como vice a servidora publica Pérsia Rebouças, além de 12 candidatos a vereador.

Zé Maria Lucena e João Dilmar pretende selar a união partidária no dia 29, também na AABB, porem ainda não fecharam a lista de candidatos a vereador, se estima algo entre 30 a 40 nomes ao parlamento municipal. Professor Hélio articula atualmente o nome de um jovem para compor sua chapa na vice e marcou sua convenção para o dia 31, na câmara municipal. Edilson Santiago, o prefeito Paulo Duarte e a frente política liderada por Ariosto Holanda ainda não divulgaram datas de seus respectivos eventos políticos.


SURPRESAS EM TABULEIRO
Em Tabuleiro do Norte, opositores e governistas protagonizam um clima inesperado de “racha total”. No lado governista, o PT de Marcondes Moreira e o PMDB de Edinardo andam em pé de guerra, estando o PMDB reivindicando o retorno a “cabeça de chapa”. Marcondes se nega a discutir essa hipótese e já constrói articulações solidas com o grupo do ex prefeito Maiard, almejando ter como vice a jovem Lamara Andrade. Na oposição, o grupo político liderado por Dr. Nestor lançou seu filho, o jovem médico Rildson Vasconcelos, e já articula contatos com o PMDB para ter o atual vice prefeito João Arthur em sua chapa, também como vice. Nessa ciranda política, cresce a oposição, que além de renovar o nome para a disputa de prefeito, ainda pode vir a contar com o reforço do PMDB local.
MIL VEZES VERGONHA
Na contramão de tudo que esta acontecendo no Brasil atualmente, onde as ruas são lotadas por milhões de brasileiros exigindo mudança na política, os vereadores do município decidiram aumentar seus próprios vencimentos (que já eram bastante altos). Ignorando também a crise econômica e orçamentária que passam o Brasil e muito gravemente o nosso município, os vereadores decidiram que a partir de 1º de janeiro de 2017, o salário dos quinze vereadores será, cada um, no valor de R$ 10.128,00 (dez mil cento e vinte e oito reais). Tudo isso para trabalharem apenas 1 dia na semana, isso mesmo, um único dia por semana, 4 dias em um mês. Essa decisão afronta todos os cidadãos, e envergonha cada vez mais a atividade política, que deveria ser algo exemplar e digno. Vereador não é profissão e as atividades de um mandato não impedem que os mesmos exerçam outras atividades profissionais, o salário, portanto, deveria ser com fins de subsidiar a atividade legislativa exercida (apenas 1 dia na semana). Os Vereadores de limoeiro perderam a oportunidade de dar o bom exemplo. Ao invés de aumentar seus salários, eles deveriam equiparar os mesmos ao salário dos professores municipais, dessa forma, toda vez que os vereadores quisessem aumentar seus vencimentos, teriam que aumentar também o dos professores. Fica a dica.

 

 

 

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também