TV Jaguar

Postado em 24/05/2017 às 16:00:00

compartilhar

Personalidades da indústria cearense serão homenageadas pela FIEC em comemoração ao Dia da Indústria

Personalidades da indústria cearense serão homenageadas pela FIEC em comemoração ao Dia da Indústria

O empresário do setor do agronegócio, Carlos Prado; o engenheiro civil e construtor Carlos Gama; e o agrônomo e presidente do Grupo Telles, Everardo Telles, serão homenageados no dia 25 de maio, com a Medalha do Mérito Industrial, durante solenidade de comemoração do Dia da Indústria, realizada tradicionalmente pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

O governador Camilo Santana será agraciado com a Ordem do Mérito Industrial, concedida pela Confederação Nacional da Indústria. Entregue desde 1974 a mais de 90 agraciados, a comenda presta homenagem a empresários e personalidades com atuação marcante no impulso do desenvolvimento econômico do Ceará por meio de relevantes serviços prestados ao setor industrial cearense.

Em 2016, foram homenageados o ex-presidente da FIEC, Roberto Macêdo; o então CEO da Companhia Siderúrgica do Pecém, Sérgio Leite; e o membro do Conselho de Administração da OCS Mineração e Empreendimentos Ltda, Orlando Cerneiro de Siqueira.

Serviço:

Dia da Indústria

Data: 25/5, às 19h

Local: La Maison (Av. Engenheiro Luiz Vieira, 555 - Dunas)

PERFIS DOS HOMENAGEADOS

CAMILO SANTANA Filho de Eudoro e Ermengarda Santana, Camilo Sobreira de Santana, engenheiro agrônomo, nasceu no Crato, em junho de 1968. Casado com Onélia Leite e pai de Pedro e Luisa, ainda na faculdade de Agronomia da UFC, deu os primeiros passos na vida política ao participar do movimento estudantil. Servidor público federal do Ibama, Camilo disputou um cargo político pela primeira vez em 2000, quando se candidatou à prefeitura de Barbalha. No primeiro Governo Cid Gomes (2007/2010), tornou-se secretário do Desenvolvimento Agrário do Estado, onde implantou importantes projetos que melhoraram as condições de vida dos agricultores, proporcionando linhas de crédito, equipamentos, assistência técnica e seguro safra para milhares de produtores rurais. Em 2010, foi o deputado estadual mais votado do Ceará, eleito com mais de 131 mil votos. Já no segundo Governo Cid Gomes, assumiu a secretaria das Cidades, quando impulsionou no Ceará o programa “Minha Casa, Minha Vida” e grandes projetos urbanos e ambientais, como os dos rios Maranguapinho e Cocó. O passo seguinte seria o Governo do Estado, cargo para o qual foi eleito em 2012 com 2.417.668 votos, alcançando 53,35% dos votos válidos. CARLOS PRADO Um dos maiores empresários do ramo do agronegócio brasileiro, Carlos Prado nasceu em Marília, São Paulo, em fevereiro de 1941.Terceiro dos sete filhos do agricultor João Horta do Prado e de Lupérsia Bernandes Prado, chegou ao Ceará em agosto de 1973, quando fundou a Cemag. Desde então, aliado a sua atuação empresarial, tem colaborado fortemente com as atividades classistas. Podemos citar entre essas atividades: Participante/fundador do Pacto de Cooperação do Ceará e participante/fundador do Agropacto – Pacto de Cooperação da Agropecuária do Ceará. Em 1995, durante a gestão de Fernando Cirino Gurgel na presidência da FIEC, liderou a criação do Trade Point do Ceará, como braço do Ministério de Relações Exteriores. Em 1998, o Trade Point foi transformado em Centro Internacional de Negócios (CIN), para desenvolver a cultura exportadora no Ceará. Em 2002, liderou a Plataforma Regional do Agronegócio do Caju, que abrangeu todo o Nordeste, e foi coordenada pela FIEC. Em 2012/2013, colaborou com a coordenação do Movimento Integra Brasil – O Nordeste no Brasil e no Mundo, iniciativa do CIC, com apoio da FIEC. Carlos Prado presidiu ainda a Comissão Nacional de Fruticultura da Confederação Nacional da Agricultura (CNA). Foi membro do Conselho de Integração Nacional da CNI, como representante da FIEC.

CARLOS GAMA José Carlos Braide Nogueira da Gama nasceu no Rio de Janeiro, mas tem o Ceará como sua terra desde os 10 anos de idade. Educou-se no Colégio Militar de Fortaleza e formou-se em Engenharia Civil pela Universidade Federal do Ceará. Em 2007, formou-se também na escola de Direito da Universidade de Fortaleza. Trabalhou como engenheiro de obra, engenheiro estrutural e desde 1985 é sócio proprietário da Construtora Placic, empresa com mais de 39 anos e 100 obras entregues nos mercados cearense e alagoano, sempre juridicamente perfeitas e no prazo, como gosta de ressaltar. Também atua no setor hoteleiro, em Alagoas. Com seu espírito de associativismo, desde 1990 participa de entidades classistas, em especial, no Sindicato da Indústria da Construção Civil do Ceará (Sinduscon-CE), onde foi conselheiro e atualmente ocupa a vice-presidência da Área Imobiliária. A Construtora Placic é também empresa fundadora do Inovacon e Coopercon - Ceará. Na Câmara Brasileira da Industria da Construção (CBIC), é o atual presidente do Fórum dos Advogados. Na gestão Roberto Macêdo, na Federação das Indústrias do Ceará, também deu sua colaboração como diretor financeiro da entidade.

EVERARDO TELLES A história da Ypióca se inicia em 1843 com a vinda do português Dario Telles de Menezes para o Brasil, trazendo consigo um alambique de cerâmica com o qual, já instalado na cidade de Maranguape, na fazenda Ypióca, começa a produção de aguardente de cana de açúcar no ano de 1846. Como filho primogênito e da quarta geração da família Telles, Everardo Ferreira Telles consolidou o legado deixado por seus antepassados. Foi ele que, a partir da década de 1970, iniciou o maior período de expansão e diversificação dos negócios da empresa. Sob seu comando, o Grupo Telles cresceu em produção, além de ter ampliado seu raio de atuação para sete diferentes áreas: água mineral, etanol, pecuária, agricultura, medicamentos, embalagens de papelão e de plástico e entretenimento. Com sede localizada em Messejana, o uso de tecnologia de ponta e a busca pela qualidade em produtos e serviços são fatores que norteiam os negócios do Grupo Telles nos mais diversos segmentos. Em agosto de 2012, Everardo passou o comando do negócio de bebida alcoólica para uma multinacional líder mundial na produção de bebidas premium e uma nova época iniciou-se para o Grupo que, além dos produtos acima citados, empreendeu novos negócios investindo em pesquisas nas áreas de defensivos agrícolas orgânicos, de energia e saúde.

CASAS DO SISTEMA FIEC

SENAI

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial do Ceará (SENAI/CE) é solução para o ensino profissional, inovação e transferência de tecnologias industriais. Desde a sua fundação, o SENAI cumpre um papel fundamental e histórico na formação do trabalhador cearense. Afinal, através dele, vários profissionais da indústria receberam uma formação qualificada. Entre janeiro e abril de 2017, foram realizados 387 serviços técnicos e consultorias do âmbito do Centro de Excelência e Inovação do Sistema FIEC e 11.243 matrículas. Entre os principais projetos do SENAI, em 2016 e 2017, estão: segundo lugar nacional na Categoria “Maior Desempenho de Gestão”, na competição organizada pela CNI; assinatura, no início de junho, do programa de capacitação profissional e tecnológica, com o Governo de Moçambique e a agência Jica, projeto que somando chega a R$ 12 milhões; assinatura do termo de cooperação técnica entre o SENAI e o Grupo PSA (Peugeot e Citroen), tornando a Unidade da Barra do Ceará referência de capacitação do norte e nordeste das marcas; projeto “Educar para Valores”, com inclusão da disciplina nos cursos de aprendizagem do SENAI, tratando da ética e valores morais; curso de Eletrotécnica do SENAI alcança a melhor média nacional; alunos do SENAI apresentam 19 projetos no INOVA Ceará voltados para área de tecnologia e inovação, onde participaram 76 alunos e 16 professores.

SESI

O Serviço Social da Indústria (SESI/CE) tem como missão contribuir para o aumento da produtividade do trabalhador e para o incremento da competitividade da indústria por meio de soluções em educação e qualidade de vida. Em suas unidades, o SESI disponibiliza amplos parques esportivos para a realização de exercícios, além de oferecer ações de segurança e saúde no trabalho para cuidar do trabalhador. Os cursos de educação básica e continuada são ministrados dentro das próprias indústrias ou em unidades móveis. De janeiro a abril de 2017, foram realizados 49.396 atendimentos em educação e 98.709 atendimentos em qualidade de vida.

IEL

O Instituto Euvaldo Lodi contribui para a competitividade da indústria, por meio do desenvolvimento empresarial e de carreiras. As áreas de atuação do IEL Ceará são Educação e Carreiras e Tecnologia e Inovação. A sinergia entre as duas áreas proporciona diversos benefícios ao segmento empresarial, como estímulo à inovação, eficiência em gestão e capacitação de lideranças. Em 2016, foram capacitados 1.743 gestores e executivos, em 48 cursos de atualização gerencial, 4 cursos de formação e um curso de pós-graduação. Quanto à palestras e workshops, foram 5 realizados em 2016. Na área de estágios, em 2016, 1866 estagiários foram alocados; 22.266 estágios vigentes; 173 empresas atendidas e 28 novas instituições de ensino conveniadas; 30 oficinas de desenvolvimento de estagiários realizadas no âmbito do Programa Indústria de Talentos 2016; e 14 seleções de profissionais realizadas.

 

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Assessoria

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também