TV Jaguar

Postado em 13/06/2017 às 17:00:00

compartilhar

Comitiva de irrigantes pressionarão a Cogerh em Iguatu pela garantia d'água para a produção agrícola

Comitiva de irrigantes pressionarão a Cogerh em Iguatu pela garantia d'água para a produção agrícola

A Secretaria de Recursos Hídricos do Ceará (SDA) e a Companhia de Gestão dos Recursos Hídricos (COGERH) realizam o XXIV Seminário de Alocação das Águas dos Vales do Jaguaribe e Banabuiú, que acontecerá amanhã dia 14 de junho, no auditório do Campus Multi Institucional Humberto Teixeira situado a Avenida Diário Rabelo S/N Bairro Santo Antônio, no município de Iguatu/CE.

O presidente da Câmara Municipal de Limoeiro do Norte Geneziano Martins e o vereador Heraldo Holanda irão ao seminário para participar das discussões que pretendem diminuir o volume de água para a produção na região.

Segundo Geneziano, o Conselho Estadual dos Recursos Hídricos (Conerh) já tomou decisão de regulamentar a vazão das águas do Castanhão com risco de a região de Limoeiro do Norte, Chapada do Apodi e Tabuleiro de Russas ficar sem água para a produção.

 

Ainda de acordo com Geneziano Martins, haverá uma reunião na Cogerh em Fortaleza nos dias 20 e 21 de julho para discutir a lei para o consumo de água, que segundo ele, seguia a seguinte sequência: 1 – Abastecimento humano e dessedentação animal; 2 - Agricultura; 3 – Indústria.

Sem que houvesse consulta aos comitês a Conerh alterou a ordem da lei, colocando em segundo lugar para o uso da água o setor da indústria. Então, a reunião servirá para esclarecer e debater o texto dessa lei, defendendo os direitos dos agricultores.

O presidente do Sindicato dos Trabalhadores e Trabalhadoras Rurais do município de São João do Jaguaribe, José Miramar (Bira), afirmou que levará 2 ônibus com agricultores para participarem da reunião em Iguatu. De acordo com Bira a nova medida da Cogerh prevê que só poderá fazer irrigação quem tiver poços com até mil metros de distância do leito do rio. “Então o município de São João do Jaguaribe será o mais prejudicado, porque nossos agricultores familiares sobrevivem da agricultura irrigada, onde está localizada mais de 60% da renda do município,” declara Bira.

Na ocasião será discutida a proposta de operação para o segundo semestre de 2017 para os reservatórios do sistema de perenização dos Vales do Jaguaribe e Banabuiú, além da avaliação da quadra chuvosa de 2017 dentre outros assuntos.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Jana Soares

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também