TV Jaguar

Postado em 16/06/2017 às 11:00:00

compartilhar

Presidente do sindicato dos servidores público do município de Quixeré defende a realização do concurso público e cobra reajuste salarial dos servidores

Presidente do sindicato dos servidores público do município de Quixeré defende a realização do concurso público e cobra reajuste salarial dos servidores

O presidente do sindicato dos servidores público do município de Quixeré, Jurandir Rodrigues se pronunciou na Sessão Ordinária realizada na última quarta-feira (14), para falar sobre o reajuste salarial e da realização do concurso público. O Jurandir comunicou que dia 20 de mês será uma preparação para a greve geral que acontece em âmbito nacional e a greve em si será realizada no próximo dia 30 de junho em prol da reforma da previdência e das leis trabalhistas.

Jurandir comentou sobre o reajuste salarial para os servidores que ganham acima de um salário que ainda não aconteceu, segundo ele, a prefeitura aguarda decisão judicial para efetivar o reajuste, mas prometeu agir com um “plano b”, caso a justiça demore mais. O presidente pede o apoio dos parlamentares para regularizar a situação desses servidores que estão sendo penalizados.

Sobre a realização do concurso público, Jurandir, disse que teve informações de que um novo TAC foi lançado para que possa dar início ao processo do concurso. E pediu que a prefeitura não deixasse para liberar o edital em cima para não perder o prazo, como já aconteceu antes. O presidente ressaltou a importância da realização de concursos e critica a forma de contratação temporária, “esses contratos só servem para encabrestar o servidor, ou você cumpre a cartilha ou você está fora, o servidor efetivo tem mais esse benefício de que você não deve nada a ninguém não tem essa preocupação, pode realizar seu trabalho e cumprir com suas obrigações, ” declara Jurandir Rodrigues.

 

 

Fonte: TV Jaguar

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também