TV Jaguar

Postado em 07/07/2017 às 07:00:00

compartilhar

Mãe de Quixeré que teve caso raro de trigêmeos univitelinos pede ajuda na internet

Mãe de Quixeré que teve caso raro de trigêmeos univitelinos pede ajuda na internet

O pai da criança é deficiente visual e está sem emprego. O casal de 22 e 23 anos, de Quixeré, agora tem quatro filhos. Os pais de trigêmeos univitelinos do município de Quixeré, a 200 km de Fortaleza, estão pedindo ajuda financeira. Jéssica Barbosa, de 23 anos, deu a luz a Jeferson, Robson e Roberto no último dia 6 de junho na Maternidade Escola Asssis Chateaubriand, em Fortaleza. No dia 12 de junho, foram transferido para o Hospital Polícia Militar onde os bebês receberam alta na última segunda-feira (3).

De acordo com a irmã de Jéssica, não há casos de gêmeos ou trigêmeos em sua família, mas a irmã do seu cunhado é mãe de trigêmeos. Os bebês nasceram com peso médio de 1,5 kg e precisaram ficar na incubadora. A equipe médica informou que a família só poderia sair do hospital quando os trigêmeos pesassem no mínimo 2 kg.

No momento, Jéssica Barbosa está impossibilitada de trabalhar porque precisa cuidar dos seus quatro filhos – os trigêmeos e Wesley de quatro anos. Já o seu marido, Paulo Roberto, de 22 anos, por sua vez, é deficiente visual e se encontra desempregado.  “Eu estava tentando, mas agora não posso. Paulo está procurando também”, disse.

O casal só dispõem do auxílio do Bolsa Família para arcar com as despesas da casa. Jéssica trabalhava em uma casa de família e Paulo fazia alguns serviços em uma pedreira, no município.

A princípio Jéssica não sabia que estava grávida de trigêmeos. O primeiro ultrassom mostrou que estava esperando gêmeos. Só na segunda e última que teve a confirmação de que estava grávida de três.

“Eu fiquei impressionada quando soube que era trigêmeos”, disse Jéssica, que na época já estava no quinto mês de gestação.

O pedido de ajuda a família foi divulgada no grupo do Facebook “Alguém conhece alguém que…” na última semana. Os interessados em ajudar podem doar latas de leite e fraldas e entrar em contato com o casal por meio dos telefones: (85) 9 8887-7060 e (88) 9 8144-9958.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Daniel Rocha-tribunadoceará

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também