TV Jaguar

Postado em 19/09/2017 às 06:00:00

compartilhar

Duas pessoas são presas suspeitas da morte de criança de 10 anos no interior do Ceará

Duas pessoas são presas suspeitas da morte de criança de 10 anos no interior do Ceará

O menino Kauã de Assis Lopes foi atingido por tiros ao ser utilizado como escudo humano pela outra vítima.

Um homem e uma mulher foram presos na última sexta-feira (15) suspeitos de participar do duplo homicídio de um menino de dez anos e de um homem em Jaguaribe, no interior do Ceará. (foto ilustrativa google). O crime aconteceu no último dia 10 e a criança foi morta depois de ser usada como "escudo humano" pela outra vítima.

A polícia também identificou o mandante do delito, José Rafael Diógenes Cintra, que já encontra-se encarcerado em uma unidade prisional. As duas pessoas presas são José Lucas Bandeira Evangelista (22), que já responde por tráfico de drogas, e sua companheira, Maria das Candeias Elias da Silva (18).

O homem que morreu, identificado como Pedro César Parente Rodrigues (18), teria dívidas de drogas com o mandante, o que teria motivado o assassinato. Maria das Candeias é suspeita de ter identificado o paradeiro de Pedro e informado a José Lucas. Ela também é investigada por guardar as armas utilizadas pelo grupo e suspeita de envolvimento de outro homicídio ocorrido em 2016, também em Jaguaribe. José Lucas, por sua vez, além do homicídio também é investigado por atuar no tráfico de drogas na região.

Assassinato

Durante a ocorrência, ao perceber que estava sendo perseguido por José Lucas, Pedro utilizou o menino Kauã de Assis Lopes, de 10 anos, como proteção, imaginando que os assassinos desistiriam da tentativa de matá-lo no momento. Contudo, os disparos foram efetuados mesmo assim, atingindo as duas vítimas.

Kauã ainda foi levado a uma unidade de saúde, mas não resistiu aos ferimentos. De acordo com a polícia, ainda há um comparsa do mandante do crime foragido, que também teria ajudado na execução dos homicídios.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / G1CE

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também