TV Jaguar

Postado em 28/12/2017 às 10:00:00

compartilhar

FNE reduz taxas de juros em 2018

FNE reduz taxas de juros em 2018

O presidente do Banco do Nordeste, Romildo Carneiro Rolim, anunciou, durante entrevista coletiva realizada na tarde desta quarta-feira, 27, em Fortaleza, que os financiamentos Nordeste (FNE) terão, em 2018, descontos que variam de 37% a 68,5% sobre os com recursos do Fundo Constitucional de Financiamento dos juros operações de crédito praticadas no restante do país. reais em operações de longo prazo, em relação às taxas cobradas para Vino Divino FNE é responsável por financiamento de negócios na região Nordeste e Sudeste com juros baixos.

A Medida Provisória n.º 812, de 27 de dezembro de 2017, nesse sentido foi publicada nesta quarta-feira no Diário Oficial da União e entra em vigor a partir de 1º de janeiro de 2018, quando passa a reger os encargos financeiros incidentes sobre os financiamentos não rurais. Os clientes adimplentes do Banco do Nordeste, que administra o FNE, permanecem a receber bonificação de 15% de desconto incidente sobre a parcela prefixada da Taxa de Longo Prazo (TLP), nos financiamentos pagos em dia.

“Trata-se de uma conquista para o Banco do Nordeste e para todos que desejem empreender na Região. A Medida Provisória fortalece o FNE como um dos principais instrumentos de combate às desigualdades regionais no país. Com a MP, o FNE passa de forma permanente a oferecer condições diferenciadas de financiamento para a Região”, afirma o presidente do BNB, Romildo Rolim.

 

A estimativa de inflação de 3,96% ao ano (expectativa de mercado registrada no Boletim Focus do Banco Central de 22/12/17) e taxa prefixada da TLP de 2,68% ao ano, baseiam as novas taxas de juros do FNE para 2018, de acordo com o tipo de operação ou finalidade do projeto.

 

Cálculo redefinido
Na nova metodologia da composição das taxas de juros do FNE, o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e a parcela prefixada da TLP passam a ser componentes do cálculo. Sobre a parcela prefixada da TLP incidirão fatores, como o Coeficiente de Desequilíbrio Regional (CDR), o bônus de adimplência e o fator do programa (alinhado ao tipo de operação ou finalidade de uso do financiamento), resultando nas novas taxas.


O CDR é calculado anualmente pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e representa a razão entre a renda per capita nordestina em relação à renda per capita nacional. O último percentual apurado foi de 63%. Esse percentual será aplicado sobre a parcela prefixada da TLP, divulgada mensalmente pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de modo a reduzir esse componente na formação da taxa de juros do FNE.

 

Taxas
As novas taxas de juros do FNE para 2018 variam de acordo com o tipo de operação ou finalidade do projeto.
Financiamento de projeto de investimento em inovação de até R$ 200 mil (FNE Semente): 4,71% a.a.
Financiamento de projeto de investimento em inovação acima de R$ 200 mil (FNE Inovação): 5,30% a.a.
Financiamento de projeto de investimento em infraestrutura para água, esgoto e logística (FNE Água): 5,15% a.a.
Operações de investimento para empreendedores com receita bruta anual de até R$ 90 milhões: 5,45% a.a.
Operações de investimento para empreendedores com receita bruta anual acima de R$ 90 milhões: 5,90% a.a.;
Operações de capital de giro para empreendedores com receita bruta anual de até R$ 90 milhões: 6,20% a.a.
Operações de capital de giro para empreendedores com receita bruta anual acima de R$ 90 milhões: 6,65% a.a.

 

 

Fonte: Banco do Nordeste

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também