TV Jaguar

Postado em 20/02/2018 às 15:00:00

compartilhar

"Compartilhar internet. Pense nisso!!!"

"Compartilhar internet. Pense nisso!!!"

Na hora de contratar Internet você quer um serviço rápido e estável? Às vezes, apenas um pacote que atenda as necessidades da sua família, até mesmo para ser gentil com um amigo ou vizinho, você compartilha sua senha. Aquilo que poderia ser só um gesto de solidariedade pode resultar em muita dor de cabeça. Além da redução da qualidade do serviço, o contratante pode se comprometer e assim obter futuras instabilidades em sua rede.

São frequentes as dúvidas dos internautas sobre como compartilhar sua conexão de internet com seu vizinho. O cenário mais comum é aquele onde a internet é compartilhada entre eles e o valor total da conta é dividida, o que se tornou comum agora que altas velocidades estão disponíveis.

O fornecimento de um serviço de acesso à internet pressupõe que o mesmo será utilizado apenas dentro de uma residência, no momento em que esse serviço é compartilhado, o assinante se torna um prestador de serviço de internet o que não se faz presente no contrato que foi estabelecido entre você assinante e sua operadora.

Judicialmente, você é o responsável pelo ponto de acesso. Se algum crime for cometido através da sua conexão de Internet, a polícia pode facilmente rastrear os fatos ao seu registro de conexão IP.

Quem responde perante a lei é você e será sua responsabilidade provar que o ato criminoso ou qualquer ato infracional foi realizado por uma terceira pessoa que faz uso de seu serviço de internet .

Compartilhar a internet via cabo ou disponibilizar sua senha com o vizinho é fácil e simples, mas, se um dia, a polícia bater na sua porta procurando quem vendeu drogas ou compartilhou fotos de pornografia infantil, é o seu nome que vai aparecer no mandado de busca e apreensão.

Além disso, o compartilhamento poderá ocasionar problemas de instabilidades em sua rede, gerando assim insatisfação com os serviços prestados, onde a prestadora poderá rescendi o contrato entre prestadora x assinante.

De acordo com a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicações), quando um assinante monta uma rede Wi-Fi, ela não pode exceder o perímetro da residência. Além disso, o contratante do serviço não pode comercializá-lo com ninguém, independente de fins lucrativos ou não.

Compartilhar seu serviço de internet pode trazer outros problemas além da responsabilidade civil. A velocidade da sua Internet pode ficar comprometida. Pense nisso!!!

 

 

Fonte: Tv Jaguar

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também