TV Jaguar

Postado em 08/08/2018 às 15:00:00

compartilhar

Cid Gomes: “Eu recomendarei voto no Eunício em homenagem ao Camilo!”

Cid Gomes: “Eu recomendarei voto no Eunício em homenagem ao Camilo!”

O ex-governador Cid Gomes (PDT) disse, nesta quarta-feira, que chancelou o apoio que o governador Camilo Santana (PT) deu à reeleição do senador Eunício Oliveira (MDB). Cid, que disputará a outra vaga de senador, deixou claro que teve todo cuidado para que esse respaldo não se transformasse em acordo oficial. A declaração foi dada durante entrevista à Rádio Tribuna BandNews.

“Eu recomendarei voto no Eunício em homenagem ao governador Camilo”, completou Cid Gomes.

Lembrado que seu irmão, o candidato a presidente Ciro Gomes sempre bate em Eunício, qualificando-o de picareta, Cid ressalvou: “O Ciro fala o que pensa. Isso é uma virtude!” Ele deixou claro que Ciro tem sua posição de denunciar o MDB como “um símbolo para denunciar o problema da fisiologia e do achaque na política brasileira”. Ressalvou, porém, que não existe pessoa 100 por cento boa ou 100 por cento má.

Indagado sobre Eunício Oliveira, apontado como golpista e se esse apoio ao emedebista não seria contradição, Cid reafirmou: teve cuidado para essa aliança não se materializar oficialmente.

Deixou claro Cid Gomes que o governador Camilo Santana sempre governou com total autonomia e plenitude e que só deu opinião quando procurado por ele. Considerou que o apoio de Camilo e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio (PDT), a Eunício se deve ao fato de que o emedebista ajudou a liberar recursos para um Estado que vivia em situação de boicote por parte do governo federal, pois tratado “a pão e água suja”.

“Camilo exerce na plenitude o seu governo e nunca dei opinião sobre nada que não tenha sido consultado e procurado. Uma das opiniões que o Camilo e o Roberto Cláudio me pediram foi essa: tá tudo ok com projeto em Brasília, mas tem que falar com o senador. Eles foram lá, conversaram com ele e ele disse que se sentia no dever de, como cearense, ajudar, mas disse: iria ajudar a quem iria lhe derrotar?” Segundo Cid, o emedebista deixou claro também que estaria na oposição se o senador Tasso Jereissati (PSDB) fosse candidato a governador e se não o fosse, não estaria com Tasso.

Indagado por um ouvinte, por meio da produção do programa, se daria seu voto a Eunício Oliveira, Cid Gomes reagiu: “Não me faça pergunta difícil”. E completou: “O voto é secreto!”

Cid ainda explicou o porquê de sua ausência da convenção que homologou seu nome como candidato ao Senado: crise de enxaqueca que, inclusive, já o levou a se consultar até no Exterior.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / http://blogdoeliomar - foto Agência Brasil

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também