TV Jaguar

Postado em 29/08/2018 às 06:00:00

compartilhar

Potiretama da historia da baleia ao jorrar da água do aquífero de Açu

Potiretama da historia da baleia ao jorrar da água do aquífero de Açu

Na região de Potiretama, desde os tempos mais antigos, o barulho da água podia ser escutado na calmaria das noites. Ali, todos conhecem a história da existência de uma cama de baleia debaixo da terra que seria embalada pelas águas mais profundas. Hoje, com o avanço de pesquisas, as comunidades rurais já sabem que a cama de baleia é na realidade o Aquífero Açu com forte potencial hídrico para o Ceará e o Rio Grande do Norte.

Na guerra pela água que se estabeleceu no semiárido nordestino, ainda que sob o silêncio ensurdecedor da mídia, tal Aquífero se tornou alvo do agronegócio nacional e internacional, juntamente com o Açude Figueiredo finalizado em 2013 e com o Perímetro Irrigado que se anuncia para aquele território.

Daí a luta organizada, expressa na Romaria em Tempos de Seca; nas manifestações pelo Vale levando o grito pelo direito à água; nas várias mesas de negociação com o poder público municipal, estadual e federal; e na ação efetiva das comunidades e da Cáritas Diocesana de Limoeiro do Norte, que tomaram a história nas mãos e fizeram seu próprio destino, teimando em (r)existir nesses territórios, tal como ocorreu hoje, 27/08/18.

Diante da impossibilidade de barrar uma luta de anos, o governo aceitou enviar maquinário, neste ano de eleição – não custa lembrar –, para perfuração de poços. Como que em uma peça de teatro bem ensaiada, o governo planejou retirar as máquinas antes do encontro da vazão de água suficiente. Porém encontraram uma resistência organizada: corpos e tratores bloquearam e impediram a saída do maquinário possibilitando outro desfecho à peça teatral que os governantes tinham em mente.

Nesse outro final, inusitado, ganhou a população de Potiretama, que, a partir de hoje se reencontrou com sua cama de baleia, podendo usufruir milhares de litros d’água por segundo! Virão os políticos tentando capturar votos. Virão os técnicos anunciando a descoberta.

Muitos virão, mas não conseguirão, pois sabemos que este poço, e muitos outros serão/são fruto da luta do povo! Do projeto de vida que diz não ao projeto de morte do agronegócio! O aquífero é nosso, o aquífero é do povo: é só lutando que teremos um mundo novo!

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Caritas Diocesana

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também