TV Jaguar

Postado em 01/07/2019 às 16:45:00

compartilhar

Telessaúde divulga calendário de palestras em julho

Telessaúde divulga calendário de palestras em julho

A Secretaria da Saúde do Ceará (Sesa), por meio do Núcleo de Telessaúde, realiza neste mês de julho webpalestras relacionadas a diferentes temas. Entre eles, estão o julho amarelo (hepatites virais), acidentes por animais peçonhentos, alergia alimentar, saúde do homem e acidente de trabalho. Os Profissionais de saúde dos 184 municípios podem participar e fazer perguntas por meio do link extranet.saude.ce.gov.br/telessaude. O objetivo das webpalestras é orientar os profissionais da atenção básica e da vigilância nos seus respectivos municípios. Nesta terça-feira, 2 de julho, ocorrerão duas webpalestras da Coordenadoria de Vigilância em Saúde. A primeira, às 9 horas, será sobre as estratégias de mobilização do julho amarelo, que se refere às hepatites virais. A segunda, às 14 horas, terá como tema o controle e profilaxia dos acidentes por animais peçonhentos.

 

 Hepatites virais

A hepatite é a inflamação do fígado. O modo de transmissão pode ser por via fecal-oral, relacionadas ao vírus A e E, e pela via sanguínea e sexual, relacionadas ao vírus B, C e D. As hepatites B e C podem causar complicações hepáticas graves como a cirrose, o câncer hepático e até mesmo o óbito quando não tratadas em tempo oportuno.

As principais medidas de controle das hepatites virais de transmissão sanguínea e sexual constituem-se na adoção de medidas de prevenção como o incentivo ao uso do preservativo nas parcerias sexuais, o não compartilhamento de objetos contaminados como lâminas e seringas, por exemplo. Neste ano, até o dia 15 de junho, o Ceará registrou 186 casos de hepatites virais. Destes, oito relacionados à hepatite A; 75 de hepatite B, sendo um óbito, e 103 de hepatite C, sendo cinco óbitos.

Animais peçonhentos

A melhor forma de evitar acidentes por animais peçonhentos é adotar medidas de prevenção. Por isso é fundamental manter a casa e a área ao redor limpas, uma vez que o lixo e entulhos podem servir de abrigo para muitos destes animais. Também é importante ficar atento à limpeza de armários, já que ambientes escuros e úmidos servem de esconderijos para aranhas e escorpiões.

Vedar frestas e buracos em paredes, assoalhos, forros, meias-canas e rodapé, além de utilizar telas e vedantes em portas, janelas e ralos, são outras formas de evitar a presença dos animais peçonhentos. Moradores de área rural e trabalhadores da agricultura não podem deixar de usar luvas e botas ao entrar em matas ou plantações. Neste ano, até 15 de junho, 2.763 acidentes por animais peçonhentos ocorreram no Ceará.

 

 

Fonte: Tv Jaguar/Governo Ceara

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também