TV Jaguar

Postado em 18/11/2019 às 15:00:00

compartilhar

O Leite como moeda de troca. A parceria Betânia e Fazenda Flor da Serra, possibilita a troca de novilhas por leite.  

O Leite como moeda de troca. A parceria Betânia e Fazenda Flor da Serra, possibilita a troca de novilhas por leite.  

Uma vez que a burocracia bancária, os juros e taxas altíssimas e a concorrência torna quase inviável as operações bancárias para investir na agropecuária, como por exemplo a pecuária leiteira, a saída encontrada pela indústria de lacticínios Betânia, fornecedores de leite e a fazenda Flor da Serra, relembra as primitivas formas de comércio mundial, quando não existia a moeda, e todas as mercadorias e/ou mão de obra era adquirida através do “escambo”, que é a troca de uma produto por outro.

Graças a desburocratização, a primeira negociação entre a Fazenda Flor da Serra e os agropecuaristas, foi fechada já no início do mês de novembro, quando foram negociadas 56 novilhas prestes a parir para 16 pequenos produtores de leite, nas cidades de Quixeramobim, Morada Nova, Limoeiro, Ibicuitinga, Alto Santo, Piquet Carneiro e São João do Jaguaribe.

No caso do leite, a Fazenda Flor da Serra inovou, fornece as novilhas as vésperas de parir para os pequenos produtores de leite, que por sua vez venderão a produção a Indústria de Lacticínios Betânia, que fará o desconto dos litros de leite previamente acertado na aquisição das novilhas, repassando estes valores diretamente para a Fazenda Flor da Serra, ficando para o produtor o valor equivalente ao leite que exceder o contratado com a fazenda.

Além de facilitar a compra das vacas leiteiras e proporcionar um aumento substancial na produção leiteira, esta parceria a três mãos tem também como finalidade de repovoar e melhorar o rebanho leiteiro, bastante afetado pela falta de chuvas nos últimos sete anos marcados pela estiagem que castigou o estado do Ceará.

As novilhas foram negociadas pelo equivalente a 4.250 litros de leite cada uma. No ato da compra, os produtores assinaram com a Betânia um contrato se comprometendo a pagar o débito parcelado em 20 quinzenas, no valor de 212,5 litros de leite, tendo dois meses de carência. Tempo suficiente para as novilhas terem os bezerros e começarem a produção que se estima em no mínimo 15 litros diários para cada matriz.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Arnaldo Freitas

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também