TV Jaguar

Postado em 19/03/2020 às 17:30:00

compartilhar

Assim era Mauro Costa!

Assim era Mauro Costa!

Saudade! Um sentimento que aprendi a conviver há 11 anos e agora bateu fortemente em nossa porta. Quer dizer, eu acho que aprendi. Meu Painho, Gordinho, o Mô de mamãe virou mais uma estrelinha. Após 9 meses se tratando para uma lesão no fígado, nunca sentiu nada e nem reclamou, nos encontramos diante de uma cirurgia com grandes chances de ser curativa. Nos cercamos com uma equipe médica de excelência, estávamos confiantes e animados porém não eram esses os planos de Deus.

E assim se foi, um dos meus maiores exemplos, um pilar fundamental em nossas vidas. Dias difíceis virão, a saudade se espalha rapidamente em cada centímetro da alma. Ele me ligava 3,4,5x ao dia para saber pequenas novidades ou somente para no final eu pedir a benção e trocarmos os nossos “eu amo o gordinho” e ele “eu amo o coquinha”. Foi um pai incansável para a realização dos nossos sonhos, até mesmo quando não achávamos possível ele se desdobrava com minha mãe para continuarmos em busca dos nosso objetivos.

Nos ensinou a cultivar amizades antigas e fazer novas e mesmo com a diferença de idade, ele era amigo dos meus amigos. Um homem carinhoso, generoso, toda semana sempre me fazia um “pedidozinho” por telefone de alguém que estava precisando de ajuda para se tratar em Fortaleza, ou se encontrava largado em alguma corredor de hospital e lá ia eu aperrear algum amigo médico para ajudar. Amava literalmente o nosso Limoeiro, não trocava por nenhum outro tipo de viagem. Um sonhador pelo progresso da nossa terra, um homem sensível com o sofrimento dos desconhecidos. Me ligava vibrando quando sabia que algum filho de gente humilde entrava na faculdade e no final dizia.: se for preciso, teremos que ajudar. E assim, 18 de março, véspera de São José, santo do inverno, época que ele mais se animava, onde o sertão seco vira flor, onde sua amada região de sequeiro do Bixopá fica toda verdinha, o Gordinho nos deixou.

Uma cerimônia confortante, repleta de saudade, amor, familiares e muitos amigos, onde aqui agradecemos todo o carinho e a generosidade. Na verdade, o seu corpo virará pó, sua história continuará e sua alma já está no céu ao lado do nosso Senhor e do nosso anjo, meu irmão, Mauro Henrique. Os nossos Mauros se reencontraram em uma grande festa e em um dia certo nós todos estaremos juntos novamente. Obrigado por tudo meu Pai, aqui embaixo cuidarei da nossa rainha Mainha.

Te amamos.

 

 

Fonte: Clóvis Neto

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também