TV Jaguar

Postado em 20/05/2020 às 16:40:00

compartilhar

Prefeitura de Limoeiro esclarece o processo que possibilitou os 30 novos leitos de hospitais para o município.

Prefeitura de Limoeiro esclarece o processo que possibilitou os 30 novos leitos de hospitais para o município.

Para quem não entendeu ainda, vamos explicar como se deu a conquista dos 30 leitos, dentre eles 10 UTIs. Todo esse processo é resultado do trabalho da Prefeitura de Limoeiro do Norte, através da Secretaria de Saúde. O São Camilo teve que realizar a adequação da estrutura para estar apto a receber os equipamentos de UTI, de modo que o município fosse credenciado pelo Estado e A PREFEITURA firmasse o contrato com o São Camilo para a gestão de mais esse serviço.

Todo o processo partiu da Prefeitura de Limoeiro do Norte em parceria com a superintendência regional de saúde e São Camilo. Muitos municípios tentaram, mas não apresentaram estrutura adequada para serem habilitados para receber os leitos. Para que você conheça como funciona, os recursos para leitos de UTI são do Governo Federal que repassa para o governo do Estado e este por sua vez repassa para os municípios, que tem a obrigação de gerenciar corretamente. Limoeiro do Norte que é quem faz o contrato com o São Camilo e essas UTIs só foram possíveis porque o município já tinha contratos com a instituição. Se o município não fizer a prospecção, apresentar um projeto consistente e não tiver estrutura para receber, não será contemplado.

A Prefeitura de Limoeiro do Norte iniciou todo o processo e trabalhou para cumprir todas as condições necessárias para conseguir o credenciamento. Além disso, a Prefeitura tem o projeto para trazer de volta o polo de cirurgia e traumatologia perdido em 2014 com o fechamento do centro cirúrgico pela vigilância sanitária do estado, que também já foi enviado e está esperando que o governo aloque os recursos.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Assessoria

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também