TV Jaguar

Postado em 23/10/2016 às 08:00:00

compartilhar

Morada Nova: Lei que proíbe a vaquejada e carências de final de gestão dominou sessão da câmara

Morada Nova: Lei que proíbe a vaquejada e carências de final de gestão dominou sessão da câmara

Na sexta-feira 21 de outubro, aconteceu mais uma sessão ordinária da Câmara municipal de Morada Nova, sob a presidência do vereador José Everardo Maia.

No pequeno expediente da mesma, o vereador Jorge Brito, falou da precariedade a qual passa o perímetro irrigado de Morada Nova, a situação do Instituto de Previdência Municipal - IPREM.

O vereador José Osimar Nogueira (Zé Cotó), se mostrou contra a venda de bens públicos para cobrir a dívida da previdência municipal, comentou sobre o caso Eduardo Cunha e a corrupção que está tomando conta da política. Por fim destacou que não existem deputados federais ou estaduais preocupados com o perímetro irrigado Limoeiro do Norte/Morada Nova.

Ao iniciar o grande expediente, foi convidado a fazer uso da tribuna o vereador Dr. Nacélio, que focou a maior parte de seu discurso na Lei proclamada pelo Superior Tribunal Federal (TSE), a qual tornou inconstitucional a prática da vaquejada em todo o território nacional.

Solicitou a elaboração de um manifesto por parte do legislativo de Morada Nova, e que se formasse uma comissão para ir a Brasília participar do ato que se realizará no próximo dia 25 de outubro, para defender a prática do esporte nordestino que dá identidade histórica a cidade encravada na caatinga Cearense. 

Em aparte, o vereador recebeu o apoio dos colegas, Dr. Cavalcante, Geovane Barros, Hilmar Sérgio e Everardo Maia.

O vereador Dr. Cavalcante disse em seu pronunciamento que a Câmara de Morada Nova não poderia ficar omisso no que se refere à Lei Federal que torna extinta a prática das vaquejadas em todo o Nordeste, alegando os maus tratos aos animais.

Da tribuna o vereador leu o memorando do juiz que concedeu a continuidade do esporte vaqueiro no estado do Pernambuco, observando os cuidados para com a integridade física dos animais, regulamentando regras e obrigações a serem cumpridas por parte dos promotores de eventos e praticantes do esporte.

O vereador Cláudio Maroca, registrou que na região do Aruaru, todos os ônibus escolares estão parados, prejudicando os alunos da rede pública de educação básica que estão impedidos de frequentarem as escolas. Em aparte a vereadora Rose Maire, observou que no Uiraponga a situação dos alunos era a mesma, aproveitando a oportunidade para cobrar regularidade no abastecimento da água. Voltando ao tema, Cláudio frisou que os pais estão indignados com o prejuízo acadêmico das crianças. O parlamentar disse que o município tem que atuar em várias frentes, mas que saúde e educação têm de ser prioridade.

O vereador Geovane Maia Barros, adiantou que é a favor do esporte da vaquejada, mas que é contra os maus tratos, torcendo que o Supremo Tribunal possa regulamentar normas e regras e com isso autorize a retomada das vaquejadas. Na sequência fez diversas cobranças ao Governo do Estado, que segundo ele, esqueceu a saúde e abandonou o homem do campo, classificando este como um péssimo governo, responsável também pelo esvaziamento do Banabuiú e por não priorizar o abastecimento de águas das cidades e localidades, atendendo os anseios dos mais carentes.

O vereador Hilmar Sérgio Pinto Cunha, rebateu o colega que lhe antecedeu, observando que o Ceará é um dos estados mais pobres do Brasil, lembrou que além de 5 anos de seca, a região quase não conta mais com cera de carnaúba, castanha de caju e produtos da agricultura familiar, destacou a importância dos açudes Orós, Castanhão e Banabuiú.

Mudando de assunto, Hilmar, falou do atraso no pagamento da folha complementar dos professores do município, o que estava marcado para acontecer naquele dia, mas inda não tinha sido realizado. O vereador que também é professor, falou dos valores da educação que entram para o município e afirmou que o executivo não conseguira cumprir com as cinco folhas que tem de pagar até o fim do ano, se não enxugar e muito a folha de pagamento dos terceirizados.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Arnaldo Freitas

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também