TV Jaguar

Postado em 27/10/2016 às 16:00:00

compartilhar

Cursos Técnicos da Escola Normal realizou Dia "D" em combate ao Câncer de Mama

Cursos Técnicos da Escola Normal realizou Dia "D" em combate ao Câncer de Mama

Cumprindo a missão de passar conhecimento a sociedade, os Cursos Técnicos da Escola Normal em parceria com a Favili realizou na noite da quarta-feira 26 de outubro o Dia “D” de Prevenção ao Câncer de Mama.

O evento teve como público alvo os alunos das instituições e como objetivo promover a conscientização de importância em detectar o câncer logo no início.

Dentro da Programação, o tema do Câncer de Mama foi abordado pela Enfermeira Cláudia Godoy que citaram como é formada a mama, as regiões propícias onde à doença pode aparecer. E alertou que em alguns casos avançados o câncer é perceptivo com as variações da pele e do bico do seio, sendo muitas vezes confundido com problemas de pele.

Já a Enfermeira Gislane Freitas citou que o Câncer de Mama é hoje o segundo câncer com maior incidência na população brasileira, e que diferentemente dos outros cânceres, ele é multifatorial, ou seja, são diversos os fatores que podem ocasionar a doença. Dentre alguns, a enfermeira citou o tabagismo, alcoolismo, vida sedentária, a ingestão de muitas comidas gordurosas e os fatores genéticos, de casos já ocorridos na família.

Além das enfermeiras, a Técnica em Radiologia Adriana Nogueira falou sobre a mamografia, exame que detecta com mais precisão o nódulo da mama. Adriana relatou como surgiu a mamografia, a evolução tecnológica, e falou sobre os mitos existentes ao redor deste exame. O mesmo deve ser realizado por mulheres a partir dos 40 anos de idade, e que o exame não ocasiona o surgimento de nódulo, o que pode acontecer é de o exame não ter sido realizado de maneira correta, e só com um ano quando o exame é repetido, o nódulo é identificado.

Por fim, o evento foi marcado pela emoção com o depoimento de Regivânia Araújo, a limoeirense identificou em 2014 a presença do nódulo. Ela afirmou que realizava o auto exame e identificou o nódulo, mas não quis acreditar e ficou se enganando, até que os sintomas começaram a tornar-se mais visível, o que a fez tomar a decisão de procurar o médico. Regivânia realizou todo o tratamento com a quimioterapia e a retirada da mama, e leva para todos a mensagem da importância de se prevenir.

 

 

 

Fonte: Tv Jaguar

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também