TV Jaguar

Postado em 25/11/2016 às 15:00:00

compartilhar

Vaqueiros de Limoeiro discutiram em audiência pública no IFCE o futuro da Vaquejada.

Vaqueiros de Limoeiro discutiram em audiência pública no IFCE o futuro da Vaquejada.

Na noite de quinta-feira, dia 24 de novembro de 2016, com início às 19h, aconteceu no campus do IFCE localizado na Cidade Alta, o primeiro Encontro da Vaqueirama do Vale do Jaguaribe para discutir os rumos da Vaquejada, tendo em vista toda turbulência pela qual vem passando esse tradicional seguimento da cultura Nordestina.

Na oportunidade muitos aspectos foram abordados por Henrique Guerreiro e Dr. George Malveira, representantes da Associação dos Vaqueiros Amadores de Limoeiro do Norte, bem como, foi dada a palavra a todos os presentes a fim de esclarecer as dúvidas remanescentes.

Na análise da organização, "O Evento foi de grande importância para certificar a todas as pessoas ligadas ao seguimento, das dificuldades e das perspectivas que existem para a Vaquejada".

A proibição da Vaquejada no Ceará pelo Supremo Tribunal Federal provocou debate e dividiu opiniões entre apoiadores e críticos da competição. Más, é de se observar, que só no Estado do Ceará, são 700 provas por ano e faz parte da cultura e da economia da região.

“A Vaquejada é algo que está na nossa cultura há mais de cem anos. Tem uma geração de empregos algo em torno de 600 mil pessoas que dependem de certa forma da economia que a vaquejada movimenta”.

Adotar métodos que não judie com o animal é um ponto pacífico dentre os amantes da vaquejada, que com exceção da queda na hora do pareô, todos os demais itens são de preservação do animal.

O que a Vaqueirama não aceita, é a abrupta extinção da centenária cultura do vaqueiro nordestino que é a vaquejada.

 

 

Fonte: Tv Jaguar

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também