TV Jaguar

Postado em 13/12/2016 às 11:00:00

compartilhar

Atleta russano é convocado para Seleção Brasileira de Handebol adulto

Atleta russano é convocado para Seleção Brasileira de Handebol adulto
Márcio Alan

O esporte tem o poder de transformar a vida de uma pessoa. É nisso que acredita o russano Márcio Alan da Silva Maildo, que atualmente mora em Balneário Camboriú e atua como pivô da equipe de handebol masculino da Fundação Municipal de Esportes (FMEBC). O jovem atleta de apenas 20 anos de idade vem se destacando na modalidade, já participou de campeonatos mundiais com a Seleção Brasileira Juvenil em 2015, e este ano, conclui 2016 com uma convocação para treinar com a Seleção Brasileira de Handebol Adulto, ainda neste mês de dezembro, em São Caetano do Sul (SP).

A convocação para a categoria adulta é uma grande responsabilidade para Márcio, uma oportunidade imperdível e um sonho que começa aos poucos a ser realizado.

Natural do município de Russas, interior do Ceará, Márcio Alan descobriu o handebol aos 12 anos de idade, quando na escola onde estudava, o olheiro e técnico de handebol da cidade na época, Raimundo Rocha, viu o garoto de pouca idade e já com uma altura acima da média e o convidou para treinar em outra escola particular com uma bolsa de estudos.

Sem pensar muito, Márcio viu ali uma oportunidade e aproveitou o convite. “O Raimundo me ajudou bastante nesse início, ele que me deu meus primeiros acessórios de handebol, como meias, tênis, até livros, pois eu não tinha muitas condições de comprar” lembra Márcio. O “padrinho Raimundo” já faleceu, mas o atleta não se esquece dessa primeira ajuda tão importante para iniciar na carreira do esporte. Além disso, também sempre contou com o apoio da mãe, que praticamente o criou sozinho com a ajuda das tias e avó. O pai, só entrou na vida de Márcio mais tarde, quando ele já estava com seus 16 anos.

Depois de dois anos treinando handebol, Márcio, que era um ‘piá bagunceiro’ como ele mesmo expressa, encontrou no esporte um rumo para o futuro, se deparou com a disciplina, organização e socialização com o trabalho em equipe, algo que o engrandeceu e deu forças para continuar em frente. Assim, veio a convocação para a seleção cearense, comandada pelo técnico Rogério Nunes, que despertou no atleta o interesse em morar e treinar em Santa Catarina.

Novamente, Márcio viu a oportunidade de dar um passo a mais na carreira e topou a mudança, mesmo com apenas 15 anos de idade. “No começo não acreditei muito que realmente daria certo. Mas um dia meu técnico me ligou e disse que o técnico de Santa Catarina estava no Ceará e queria me ver treinar, era o Drean, ele gostou do que viu e em 2011 me trouxe para cá, joguei um tempo em Itapema, e em 2013, entrei para a equipe de BC” explica.

Com a equipe da FMEBC/Univali, comandada pelos técnicos Drean Dutra e Luiz Carlos Décimo Fonseca, o atleta já conquistou diversos títulos. Também foi convocado, no ano passado, para integrar a Seleção Brasileira Juvenil e disputar com o grupo competições importantes fora do país; como o Pan Americano na Venezuela e o Mundial da categoria na Rússia. Agora, Márcio Alan comemora a convocação para a Seleção na categoria Adulta. “Foi uma surpresa, no início achei que era uma convocação para seleção Junior que é a minha categoria, quando soube que foi para o adulto foi uma grande surpresa, não esperava, porém é minha primeira convocação nesta categoria, então a responsabilidade só aumenta, quero poder mostrar que mereço” conclui.

Apaixonado pelo handebol, Márcio destaca o que mais o atrai no esporte. “Gosto da dinâmica do jogo, da coletividade, o trabalho em equipe, a forma rápida que tem que ser pensando, nas táticas de defesa e ataque, na qualidade que temos que ter para a finalização, entre muitas outras coisas” revela.

O esporte com certeza foi uma ferramenta de transformação na vida de Márcio, que também soube aproveitar as oportunidades desta caminhada, enfrentar todos os desafios com a mudança de cidade e assumir a responsabilidade de fazer parte de um time. “O handebol me proporcionou muita coisa, através dele conheci muitos lugares, fiz viagens para várias cidades no Brasil e fora do país. Grande parte das coisas que eu tenho foi conquistada com o esporte, inclusive o meu primeiro salário, hoje quase tudo que tenho vem do handebol” explica.

O objetivo agora é ir cada vez mais longe, quem sabe jogar na Europa, ter a oportunidade de jogar uma “Liga de Campeões”. E seja lá onde for ninguém tem dúvidas de que Márcio vai se dedicar ao máximo e vencer o desafio. Do Ceará para Santa Catarina, do Brasil para o Mundo!

 

 

 

Fonte: fmebc

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também