TV Jaguar

Postado em 26/01/2017 às 05:00:00

compartilhar

Operação do SAAE visa reestabelecer abastecimento d’água no Canto Grande.

Operação do SAAE visa reestabelecer abastecimento d’água no Canto Grande.

A Autarquia trabalha a ampliação da comunidade de Viuvinha e nova captação para os setores irrigados. Chegando aos últimos dias do mês de janeiro, Limoeiro está há um mês sob nova administração, e nossa reportagem começa buscar junto as secretarias de governo e autarquias municipais, informações sobre o que efetivamente vem sendo feito pela atual gestão, para que o município saia do mar de dificuldades deixado pela administração anterior.

Em visita ao SAAE, conversamos com o superintendente Valdo Lemos, onde ele nos afirmou que o prefeito José Maria assim como o SAAE, vem acompanhando de perto o trabalho desenvolvido na zona rural e urbana pela Autarquia, no sentido de evitar a falta de água e garantir o abastecimento a todas as ruas e comunidades.

Segundo Valdo, na comunidade de Canto Grande, os moradores passaram 7 dias sem o abastecimento de água, a equipe do SAAE realizou a limpeza do poço raso de 19 metros que fazia o abastecimento, e está sendo concluído um novo poço com 32 metros de profundidade para garantir o abastecimento de cerca de 100 famílias naquela localidade.

Na comunidade de Lages, o problema é que a caixa d’água do Projeto São José, que abastece a comunidade, foi construída em local inadequado, sendo necessário fazer a substituição de uma peça para aumentar a pressão na rede e atender todas as 84 famílias da comunidade. Essa identificação do problema veio através de uma solicitação do vereador Heraldo Holanda e José Wilson, presidente da associação comunitária, mas já está sendo solucionado pela equipe do SAAE.

Já os moradores da comunidade de Viuvinha em parceria com o vereador Mauro Costa, conseguiram um dativo no projeto de abastecimento e deverá ampliar a rede chegando a levar água de qualidade para cerca de 98% das residências abastecidas por adutoras do SAAE.

Sobre o abastecimento das comunidades do perímetro irrigado Limoeiro/Morada Nova, o superintendente destacou as comunidades de Setor S, Setor 6, Congo 1, Congo e Ingarana, deverão ser abastecidas com água capitada no canal do chapadão, como já acontece nas comunidades de Espinho, Malhada, Gangorra e Danças, com uma adutora de 3.600 metros ligando o canal a estação elevada que fica na comunidade de Danças.

Valdo adiantou que esteve em reunião na secretaria de recursos hídricos do estado do Ceará, onde os técnicos da secretaria apresentaram um plano emergencial para o caso de abastecimento das cidades do vale do Jaguaribe, para o caso de não haver inverno, mas o mesmo se diz confiante que as chuvas irão garantir uma recarga razoável nos açudes Orós e Castanhão, garantindo maior tranquilidade no abastecimento das cidades.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Arnaldo Freitas

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também