TV Jaguar

Postado em 26/01/2017 às 15:00:00

compartilhar

Secretária Sandra Lira afirmou na Câmara ter recebido a saúde de Limoeiro num verdadeiro caos

Secretária Sandra Lira afirmou na Câmara ter recebido a saúde de Limoeiro num verdadeiro caos

Na sessão ordinária da Câmara Municipal de Limoeiro do Norte, realizada na manhã da quinta-feira 26 de janeiro de 2017, atendendo ao requerimento do Vereador José Gladis de Lima Bandeira, a mesa diretora concedeu espaço na tribuna popular à Sra. Sandra Lira, Secretária municipal de Saúde. A mesma foi ao parlamento para explicar como encontrou a Secretaria e falar das ações desenvolvidas no intuito de dotar o município de Limoeiro do Norte, de saúde de qualidade.

Em seu pronunciamento ela frisou que assumiu a pasta no dia 2 de janeiro de 2017, e afirmou que a mesma foi recebida com um verdadeiro caos na saúde, contando com um hospital sem a mínima condição de atendimento ao público, com sua estrutura comprometida, sem banheiros funcionando e sem profissionais para atender a população. Sandra informou que de imediato, contratou médicos nas cidades vizinhas e fez uma escala de trabalho garantindo o início dos atendimentos de urgência e emergência no Hospital Regional Dr. Deoclécio Lima Verde, e que atualmente o hospital está realizando uma média de 140 consultas por dia.

Segundo a Secretária, os maiores problemas encontrados em sua pasta, é não poder contratar os profissionais necessários para reaver o funcionamento dos postos de PSF's e para o hospital, devido o Concurso Público realizado pelo ex-prefeito, como também o volume estipulado da folha de pagamento que torna inviável a alocação de imóveis para instalar os postos.

Sandra Lira ainda afirmou que os recursos repassados pelo Governo do Estado são insuficientes para cobrir estas despesas do hospital regional, mas a administração tem a intenção de continuar com o hospital polo regional, desde que o Governo melhore o repasse financeiro tornando viável para o município administrar o hospital regional atendendo aos 11 municípios do polo.

A gestora avisou que os avanços não serão vistos de imediato, mas a expectativa é que nos próximos 90 dias os Postos de Saúde da Família nas comunidades comecem a funcionar com sua equipe completa e que já nos próximos dias deverão atender à população os postos localizados no centro da Cidade, na comunidade de Várzea do Cobra, Bairro Antônio Holanda de Oliveira e Córrego de Areia.

Sabatinada pelos vereadores, a Secretária respondeu que o município não recebe recursos para atender a ortopedia no hospital Deoclécio Lima Verde, que recebe R$ 432 mil reais para atender a Atenção Básica, R$ 543 mil reais para a média complexidade, sendo que deste, R$ 460 mil reais vão para o hospital e mais R$ 45 mil reais para a clinica médica,  e que está garantido duas vezes por semana, o transportes dos pacientes que tem consultas e exames em Fortaleza, com intenção de ampliar, dependendo da receita disponível.

Disse ainda que o esforço inicial visa dispôr do atendimento de urgência e emergência, e gradativamente por em funcionamento os postos de PSF nas comunidades, que as pequenas cirurgias estão sendo realizadas as quarta e quintas-feiras pelo Dr. Antônio Carlos, e que está sendo renovado o contrato do município com a Vale Imagem,Instituto dos Olhos e com a Policlínica Regional.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Arnaldo Freitas

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também