TV Jaguar

Postado em 27/02/2017 às 08:30:00

compartilhar

Presidente do SINTSEM esclarece dúvidas sobre concursados e Lei do Estagiário.

Presidente do SINTSEM esclarece dúvidas sobre concursados e Lei do Estagiário.

Conforme esclareceu José Aristides de Lima, o Sindicato do Servidor Público Municipal de Limoeiro do Norte não tem envolvimento com as questões relacionadas ao último concurso público realizado pela Prefeitura municipal. De acordo com as explanações do presidente Aristides, a função do Sindicato é garantir aos servidores municipais, o exercício da sua função, tanto no que diz respeito aos direitos quanto aos deveres.

Portanto, segundo o presidente, somente a partir do ato de posse dos servidores é que o Sindicato passa a atuar como base de apoio para os trabalhadores aprovados em concurso. Aristides enfatizou ainda que o concurso público segue com pendências diante da Justiça, e que somente ela é quem vai definir os rumos a serem seguidos, com relação ao certame realizado em Limoeiro do Norte. O presidente deixou claro ainda que o Sindicato tem a função de apoiar os servidores concursados e efetivos, mas para isso é preciso que o servidor seja filiado ao Sindicato.

O presidente Aristides falou ainda sobre o posicionamento do SINTSEM quanto ao Projeto de Lei em tramitação no legislativo municipal, cuja redação da matéria trata da contratação de estagiários para atuar no setor da educação do município de Limoeiro do Norte. Sobre o tema, Aristides foi enfático em afirmar que as questões relacionadas ao projeto de lei que se encontra em discussão na Câmara municipal não é da competência do Sindicato, e sim do Conselho Municipal de Educação.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / Nilo Leite

Comentários 1

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

seu presidente nao se preocupe q quandoi eu for nomeado eu nao farei parte do seu sindicato

Por lucas henrique de sousa freire em 28/02/2017 às 18:54:07

Veja também