TV Jaguar

Postado em 29/06/2017 às 10:00:00

compartilhar

Mês de julho será de manifestação dos servidores de Limoeiro do Norte

Mês de julho será de manifestação dos servidores de Limoeiro do Norte

Segundo Aristides, os atos foram aprovados na assembleia da última quinta-feira (28). O Sindicato dos Servidores Públicos do Município de Limoeiro do Norte (Sintsem), realizou uma assembleia para discutir sobre o reajuste salarial dos servidores e as ações que serão realizadas durante o próximo mês de julho.
De acordo com o presidente do Sintsem, Aristides Lima, durante a semana passada foram realizadas reuniões com os secretários municipais, os quais afirmaram que não aceitariam nenhuma das propostas apresentadas pelo sindicato.

No artigo 37 inciso 10° da Constituição, segundo relata Aristides, consta que todo ano deve haver reposição salarial e o reajuste salarial dos professores é dado pelo Ministério da Educação no mês de janeiro. A prefeitura alega que se forem realizados esses reajustes o município descumpre a Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF). "A gente trouxe para categoria a decisão de que não houve nenhuma negociação em relação ao reajuste," afirma o presidente do Sintsem.

A proposta feita pelo sindicato a prefeitura, foi a diminuição dos cargos temporários e dos comissionados, apresentando relatórios que continham informações sobre os cargos que poderiam ser retirados sem nenhum prejuízo, mas os secretários não aceitaram a proposta, alegando que as secretarias possuem poucos funcionários. "Em nenhum momento é dito que não tem o dinheiro, mas não pode se dá por causa da questão da Lei de Responsabilidade Fiscal. Quando você diz que não vai infringir a LRF, você tira o direito dos servidor de ter o seu reajuste que também está na lei," ressalta Aristides. Uma outra proposta foi lançada a prefeitura, nesta, o sindicato propõe que o reajuste fosse de 1% ao mês até o final do ano para que a folha de pagamento não sofresse um impacto, mesmo assim a gestão se mostrou irredutível, segundo Aristides.

Na próxima sexta-feira (30), acontece em todo o país a greve geral e o sindicato também vai aderir, estarão na cidade fazendo manifestação, onde também serão definidas as ações a serem realizadas durante todo o mês de julho. Já no dia 28 de julho haverá a assembleia geral para deliberar se as aulas serão iniciadas ou não.

 

 

Fonte: TV Jaguar/ Jana Soares

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também