TV Jaguar

Postado em 19/11/2018 às 06:00:00

compartilhar

Suspeito de sequestrar e matar menina de 12 anos baleado e preso em Limoeiro do Norte

Suspeito de sequestrar e matar menina de 12 anos baleado e preso em Limoeiro do Norte

Fábio David da Silva Aquino, conhecido como “Ceará”, de 18 anos, um dos sete suspeitos de participação no sequestro e no provável assassinato de Jeane de Melo Nogueira, de 12 anos, foi preso no estado do Ceará, na tarde desta sexta-feira (16). Ele foi encontrado por policiais na cidade de Limoeiro do Norte (CE), que fica a 104 quilômetros de Mossoró, onde o crime aconteceu.

A prisão ocorreu após os policiais de Limoeiro do Norte receberem denúncia de que em uma residência na Rua Antônio Gonzaga de Oliveira, 1229, bairro Bom Nome, haveria quatro foragidos do Rio Grande do Norte. De acordo com a denúncia eles estariam armados, pretendiam praticar crimes e seriam membros de facção criminosa.

A polícia promoveu um cerco à residência. Os ocupantes do imóvel tentaram fugir. Fábio “Ceará”, um deles, foi visto com uma arma na mão, o que teria motivado disparos. Na fuga, ele foi atingido. O suspeito foi socorrido, levado ao hospital da cidade. Além dele, também foram apreendidos dois adolescentes e Letícia Vital Ramos, de 18 anos.

O sequestro de Jeane Nogueira foi uma retaliação a um atentado promovido por seus irmãos Jeovani de Melo Nogueira, 21, e Jeferson de Melo Nogueira, 22, contra Francisco Iranilson Bezerra da Silva, 23. Nesse ataque, promovido dia 4 de novembro, eles acabaram matando com um tiro na cabeça Antony Calleb Bezerra da Silva, de 1 ano e seis meses.

Além disso, feriram Francisco Iranilson e sua esposa, Débora Maria Bezerra de Souza, 20. Em represália a isso, Fábio “Ceará” e outros seis suspeitos foram à casa da avó de Jeane e a levaram à força, sob agressões. A menina não foi mais vista com vida. No dia 6 de novembro, a polícia encontrou no bairro das Malvinas, em Mossoró, um cadáver que provavelmente é o da vítima.
O corpo estava quase totalmente carbonizado e terá de passar por exames para ter a identidade confirmada. De acordo com a polícia, Francisco Iranilson pertence ao Primeiro Comando da Capital (PCC), enquanto os dois irmãos ao Sindicato do RN.

Além de Fábio “Ceará”, a polícia identificou outras pessoas que teriam participado do crime: Thailson Vinicius da Silva, conhecido como “Bibi da carroça”, 18; e Maria Luísa de Moura Diógenes, conhecida como “Docinho”, 27. Além deles dois, quatro adolescentes também estariam envolvidos.

A Polícia divulgou imagem dos suspeitos e mantém o pedido para ajuda da população com o objetivo de encontrá-los. Qualquer denúncia pode ser feita anonimamente pelo número (84) 3321-5172 (DHPP-Mossoró) ou pelo Disque-Denúncia, 181.

 

 

Fonte: Tv Jaguar / .op9.com.br

Comentários 0

Para comentar o internauta precisa está cadastrado e logado.

LOGAR CADASTRAR

“Os comentários não representam a opinião do portal; a responsabilidade é do autor da mensagem.”

Veja também